“A APAE é feita de esforços e atitudes
transformadoras, motivadas por
integrantes que acreditam no mesmo sonho.”
“Associação de Pais e Amigos
dos Excepcionais

Notícias

Apae de Brusque elege nova diretoria para 2023-2025

Diretores e conselheiros voluntários assumem o cargo a partir de 1º de janeiro

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque realizou na terça-feira, 29 de novembro, assembleia geral ordinária para a eleição para a nova Diretoria Executiva da entidade, bem como Conselhos de Administração e Fiscal, para a gestão 2023-2025. Na oportunidade, o atual presidente da Apae, Renato Roda, e a vice-presidente Maria Teresa Moritz Montibeller, foram reeleitos para os cargos de presidente e vice, respectivamente.
A assembleia contou ainda com a apresentação do relatório de atividades da gestão 2020-2022, além da apreciação e aprovação das contas do mesmo período. Os diretores e conselheiros assumem o cargo a partir de 1º de janeiro de 2023.

Avaliação
Na oportunidade, o presidente da Apae de Brusque fez um balanço das principais ações e melhorias realizadas na instituição nos últimos três anos, nas áreas de infraestrutura, recursos, projetos contemplados, equipe técnica, entre outros. Roda também destacou um dos principais desafios enfrentados, no início da gestão, em 2020, que foi a pandemia, exigiu adaptações, mas que mesmo assim não impediram a instituição de promover ações em prol dos alunos. Além disso, também falou sobre as expectativas para a próxima gestão. “Junto com todos os voluntários da diretoria seguimos para este segundo mandato agora, renovando o trabalho que temos feito e muito o que ainda precisamos realizar em prol da entidade. Sempre procuramos fazer o melhor em prol das pessoas atendidas aqui na Apae e vamos dar continuidade a essas ações, com mais políticas de inclusão em prol dos nossos alunos. Além disso, queremos promover cada vez mais eventos que tenham a participação dos nossos alunos e da comunidade. Fica o nosso agradecimento a toda a diretoria, a todos que participam e sempre prestam seu auxílio à instituição, como o Clube de Mães, e os colaboradores da entidade. Todos seguiram uma ótima linha de atuação em prol da Apae nesses últimos anos e é desta forma que queremos continuar”, enalteceu Roda.


Autodefesores
Além disso, no dia 23 de novembro também foi realizada a Eleição dos Autodefensores da Apae de Brusque, que são os representantes dos usuários da Apae, semelhante a um “Grêmio Estudantil”. A eleição ocorre a cada três anos e se assemelha ao período de eleição da diretoria e conselhos da entidade. O processo de votação ocorreu ao longo de todo o dia 23, com a participação exclusiva dos alunos.
Como titulares foram eleitos: Deine Saul Dreia Silverio e Mariana Soares Pinheiro de Lima. Já os suplentes foram: Eduardo Soares Toresani e Sandra Sanni.
“A Autodefensoria é um movimento de âmbito nacional, presente em todas as Apaes, que tem o viés da defesa dos direitos da pessoa com deficiência. É um espaço institucional, onde os autodefensores são eleitos pelos próprios alunos para serem a voz de todos os demais atendidos dentro da instituição”, explica o assistente social da Apae de Brusque, Juliano da Silva Ferreira França.
A eleição dos Autodefensores teve todos os processos de uma eleição, incluindo publicação de edital de convocação, campanha com propostas, cédula eleitoral e cabine de votação. Novamente, todo o processo foi acompanhado pelas equipes de Assistência Social e Psicologia da Apae de Brusque.
A autodefensoria é um movimento desenvolvido pelas Apaes, onde os usuários têm espaço para expor suas ideias e sugestões, visando seus direitos. “Os autodefensores eleitos participam de eventos, tanto dentro da instituição, como em encontros regionais e estaduais das Apaes, focados na perspectiva deles enquanto sujeitos de direitos. Assim, eles são responsáveis por discutir e apresentar as demandas em prol de melhorias da instituição, representando os alunos atendidos pela Apae, por isso a importância desse movimento”, acrescenta França.


Diretoria Executiva 2023-2025:
Diretor Presidente: Renato Roda
Diretor Vice-Presidente: Maria Teresa Moritz Montibeller
1º Diretora Secretária: Eunice Francisco Furtado
2º Diretor Secretário: Matheus David Poia
1º Diretor Financeiro: Candido Horácio Godoy
2º Diretor Financeiro: André Luiz Fernandes Popelier
1º Diretor de Patrimônio: Ricardo Muller Neto
2º Diretor de Patrimônio: Marcio Belli
Diretor de Promoção e Eventos: Evandro Carlos Gevaerd
Diretor Social: Michel Gartner Belli

Conselho de Administração
Altamir Antonio Schaadt
Clara Cristina da Silva Barni
Debora Peixer
José Anselmo de Modesti
José Augusto Werner
Luciana Sbardelati Bertolini
Lucimar da Silva Mafra
Marcelo Gartner Belli
Marise Bianchini Piazza
Mary Maria Pruner
Nicolao Hassmann
Odair Carlos Barni

Conselho Fiscal
-Efetivos:
Sebastião Ernani Poia
Marcio Tamanini
Sebastião Isfer de Lima

-Suplentes:
Roland Holatz
Marisa Gartner Bruns
Sandra Regina Cani

Eleição dos Autodefensores da Apae de Brusque
-Titulares: Deine Saul Dreia Silverio e Mariana Soares Pinheiro de Lima
-Suplentes foram: Eduardo Soares Toresani e Sandra Sanni.
Leia +01/12/2022

Bingo com café de Natal do Clube de Mães da Apae de Brusque é na próxima terça-feira, 6 de dezembro

O Clube de Mães da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque convida toda a comunidade para prestigiar o seu tradicional Bingo com Café de Natal. O evento será realizado na próxima terça-feira, 6 de dezembro, na sede da Apae de Brusque, com valor de R$ 35,00 por pessoa.
Na programação, das 14h às 15h acontece o bingo; das 15h às 15h45 roda da fortuna; e, em seguida, às 16h, será servido um delicioso café. Além disso, serão realizados sorteios de diversos brindes ao longo da tarde.
O evento contará ainda com a presença de um pastor e um padre que irão realizar uma bênção especial aos participantes. “Convidamos a todos e todas que puderem vir para essa deliciosa tarde de confraternização e que também será o encerramento do Clube de Mães deste ano. Sem dúvida será um momento especial”, comenta a vice-presidente da Apae de Brusque e integrante do Clube, Maria Teresa Moritz Montibeller.
Além disso, diversos itens produzidos pelo Clube de Mães também estarão à venda para aquisição, tendo o valor revertido para a Apae de Brusque.
Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.

SERVIÇO
Bingo com Café de Natal do Clube de Mães da Apae de Brusque
Dia 6 de dezembro (terça-feira)
A partir das 14h
Na sede da Apae (Av. Augusto Bauer, nº 350 - Jardim Maluche)
Mais informações (47) 3351-2482, ou (47) 9 9989-1833, ou (47) 9 9971-0681.


Leia +29/11/2022

Emoção marca “Especial de Natal” da Apae Brusque

A noite de sexta-feira, 25 de novembro, foi de emoção para as mais de 500 pessoas que prestigiaram o “Especial de Natal”, realizado na sede da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque. Aberto à comunidade e gratuito, o evento apresentou o show inédito de Bia Barros & Banda, com a presença de artistas convidados. Houve, ainda, o show acústico de Vini Lake & Rívia, a encenação do teatro “Contos de Natal”, interpretado por alunos da Apae, e a presença mais esperada da noite: o Papai Noel.
“Nós nos sentimos honrados em receber este presente da Bia Barros e do Mimi Reis, que são pessoas sensacionais e reúnem um grande público por onde passam. Desde o início do projeto, o objetivo era envolver nossos alunos e se há algo que mexe com eles é a música e a possibilidade de se apresentar. Isso traz integração e a certeza de que eles também fazem parte da sociedade”, afirma o presidente da Apae Brusque, Renato Roda.
Durante o evento houve a venda de cachorro-quente, pastel, churros, bolos e bebidas em geral. Conforme explica o presidente, esta receita chega em boa hora. “Vai refletir em recursos financeiros. No final de todos os anos há sempre uma quantidade superior de pagamentos para se fazer, com despesas de 13º salário e férias. É quanto o caixa da entidade fica apertado. Por isso, o show é um presente que caiu do céu”, destaca.
A diretora executiva da Apae Brusque, Rosecler Ceratti Foletto, também comemora o sucesso do “Especial de Natal”. “Vivemos a alegria de reunir a comunidade, nossos profissionais, alunos e suas famílias. As pessoas são bastante receptivas aos projetos da Apae e isso observamos desde a divulgação até o apoio de novos patrocinadores e parceiros. Foi através desta união que o evento se tornou possível”, conta.
Para Rose, o valor arrecadado com a venda de alimentos e bebidas fará a diferença no caixa da entidade. “Após dois anos de pandemia, a arrecadação diminuiu. Então, só temos a agradecer porque, apesar das dificuldades, com o apoio de todos temos conseguido dar continuidade ao trabalho que atende, de forma gratuita, 280 pessoas com deficiência”, explica.

Gratidão
A artista Bia Barros conta que o “Especial de Natal” surgiu da ideia de presentear a comunidade com um show gratuito da banda, como forma de agradecer pelo carinho e reconhecimento que recebem por onde passam. “Desde o início foi a construção de uma experiência linda. Destaco o acolhimento da Apae, que sempre nos recebe com o maior carinho do mundo e foi incansável na concretização deste projeto. É um show novo para nós e um evento diferente para a entidade, mas que foi feito com muito afeto”, revela.
Em palco, Bia Barros & Banda receberam os artistas convidados: Fran Lunardelli, Rogerinho Las Flores, Vitor Hort, Laura Rodrigues, William Miranda e Paulo “Dr. Blues”. A grande surpresa da noite foi uma palinha da brusquense Giana Cervi. Em seguida, iniciou o show acústico de Vini Lake & Rívia.
“Sou grata pela parceria das empresas, pela presença do público e pela participação dos artistas convidados. Quando falei que era em prol da Apae, ninguém queria saber nem quando e nem onde: eles já estavam com roupa de ir! Por isso, esse show é um brinde ao amor, à boa ação e à humanidade em seu significado mais pleno. Vim aqui agradecer o carinho que recebo e saio com o coração ainda mais cheio de gratidão por esta experiência”, descreve Bia.

Amor e bondade
A coordenação do teatro “Contos de Natal” foi feita pelo artista visual e arte educador da Apae Brusque, Evailson Inomata, o Vavá. Ele reforça que a integração das pessoas com deficiência ao evento é o que traz sentido aos projetos desenvolvidos internamente pela instituição. “O coração está vibrante, porque foi um presente de Natal para todos nós”, expressa o professor.
Segundo ele, durante as aulas, os alunos são incentivados a ser presença de amor e de bondade no mundo. Desta forma, este mesmo compromisso é evidenciado nas produções artísticas da entidade. “O amor e a bondade que a Apae abraça todos os dias é incrível e ele transforma o mundo, porque é visível”, ressalta.

Apoio
O “Especial de Natal Apae Brusque” foi realizado em parceria com o Plaza Rivel. Ele contou com o patrocínio das empresas Havan, Fischer e HJ Tinturaria; além do apoio de: Guabifios, Embreex, Liathu Malhas, Brusque Exportação e Importação, Sly Wear, RVB Malhas, Dimensional Engenharia, Portallar, Warusky, Moratta, ZM, Profomento, Dimy, My Cris e O Município.
Leia +28/11/2022

Apae de Brusque divulga ganhadores da Rifa de 2022 da instituição

Resultados da rifa aconteceram pela combinação do sorteio realizado pela Loteria Federal no último sábado, 26

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque realizou nesta segunda-feira, 28 de novembro, a divulgação dos ganhadores da Rifa de 2022 da entidade. Na oportunidade foram divulgados os nomes dos vencedores dos prêmios, com a abertura dos lotes de blocos. O evento foi realizado na sede da instituição com integrantes da diretoria da Apae, alunos e colaboradores.
Em mais um ano, os resultados da rifa aconteceram pela combinação do sorteio realizado pela Loteria Federal no último sábado, 26 de novembro. Na última semana, todos os canhotos dos blocos vendidos foram lacrados na sede da entidade e ficaram guardados na agência dos Correios. Nesta segunda-feira, 28, os lotes foram abertos para a conferência dos números resultantes da combinação do sorteio e divulgados.
Ao todo, a projeção da rifa (valor bruto) era de R$ 250 mil, entretanto, como foram vendidos cerca de 90% dos blocos, a instituição atingiu o valor arrecadado (bruto) de R$ 225 mil.
“Mais uma vez, como todos os anos, tivemos êxito nesta ação em prol da entidade e esperamos que no próximo ano possamos ter a venda total dos blocos. Mas, sem dúvida, esses valores arrecadados são muito importantes neste período de final de ano, em especial, onde temos o aumento das despesas com pagamento de 13º salários e férias aos nossos 80 colaboradores da instituição. Assim, agradecemos muito aos nossos parceiros e a todos que compraram os bilhetes e nos ajudaram, mais uma vez, nesta importante ação”, avaliou o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.

Ganhadores
O primeiro prêmio da rifa foi um Fiat Mobi, 0km, com itens de série, que foi para Renate Imhof Benvenutti (nº 72.979). Já segundo prêmio, um Notebook 14 polegadas foi para João Luiz Alves (nº 41.548). O terceiro prêmio, um kit de depurador de ambiente, forno elétrico e um fogão Fischer foi para a Warusky Confecções (nº 60.962). O quarto prêmio, duas diárias para casal no Hotel Monthez, foi para Viviane de Souza (nº 73.961). E, o último prêmio, um oratório portas rústico, foi para Natalício Bertoldi (nº 68.066).

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.


Resultado Rifa 2022 Apae de Brusque:
-1º prêmio: Fiat Mobi, 0km, com itens de série
Número: 72.979
Ganhador (a): Renate Imhof Benvenutti

-2º prêmio: 1 Notebook 14 polegadas
Número: 41.548
Ganhador (a): João Luiz Alves

-3º prêmio: Depurador de ambiente, forno elétrico e fogão Fischer
Número: 60.962
Ganhador (a): Warusky Confecções

-4º prêmio: Duas diárias para casal no Hotel Monthez
Número: 73.961
Ganhador (a): Viviane de Souza

-5º prêmio: Oratório portas rústico
Número: 68.066
Ganhador (a): Natalício Bertoldi
Leia +28/11/2022

“Especial de Natal Apae Brusque” é nesta sexta-feira, 25 de novembro

Evento terá show gratuito de Bia Barros & Banda e convidados, com serviço completo de bar e gastronomia comercializados em prol da entidade

Nesta sexta-feira, 25 de novembro, faltando 30 dias para o Natal, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove a primeira edição do “Especial de Natal Apae Brusque”. O evento, inédito, na sede da instituição, irá proporcionar a comunidade de Brusque e região um momento de confraternização, emoção e alegria.

Apresentações
No palco, Bia Barros & Banda comandam o espetáculo gratuito, que terá a participação de artistas convidados, como Fran Lunardelli, Rogerinho Las Flores, Vitor Hort, Laura Rodrigues, William Miranda e Paulo “Dr. Blues”. A abertura do evento, a partir das 19h30, será com os alunos da Apae de Brusque, com o pocket show "Contos de Natal". Após as apresentações, haverá ainda o acústico de Vini Lake & Rívia para encerrar a noite.

Gastronomia
O evento inicia a partir das 17h com a abertura dos portões e venda dos itens de gastronomia e bebidas, como o tradicional cachorro-quente da Apae, pastel frito na hora, além de demais opções, como churros, doces, refrigerante, cerveja e chope, tanto para consumo local como para retirada. "Toda a renda arrecadada com a venda dos itens de alimentação e bebidas será revertida para a Apae de Brusque. Por isso, convidamos a todos que possam estar no evento, prestigiar esse lindo espetáculo, levar a família e os amigos e contribuir com a nossa entidade. Tudo está sendo preparado com muito carinho, por isso esperamos um grande público para este evento", ressalta o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.
Para o conforto do público, a plateia será acomodada em cadeiras, em formato de auditório, na quadra da sede da instituição.
"O Especial de Natal Apae Brusque é um grande presente para a cidade e uma ação em prol da instituição, que há 67 anos atua em Brusque e é pioneira no Estado. Por isso será uma oportunidade única, uma ação promovida por gratidão, esperança e desejo de inclusão. Estamos muito felizes em fazer parte desse projeto e convidamos toda a comunidade brusquense para fazer desse evento uma linda festa”, reforça Bia Barros.

Apoio
O “Especial de Natal Apae Brusque” é uma realização da entidade e do Plaza Rivel. Conta com patrocínio das empresas Havan, Fischer e HJ Tinturaria; além do apoio de: Guabifios, Embreex, Liathu Malhas, Brusque Exportação e Importação, Sly Wear, RVB Malhas, Dimensional Engenharia, Portallar, Warusky, Moratta, ZM, Profomento, Dimy, My Cris e O Município.

SERVIÇO
Especial de Natal Apae Brusque
-Dia 25 de novembro, sexta-feira
-Na sede da Apae de Brusque (Av. Augusto Bauer, nº 350 - Jardim Maluche)
-17h: Abertura dos portões e comercialização de alimentação e bebidas (consumo local ou retirada) – toda a renda será revertida em prol da Apae
-19h30: Abertura com os alunos da Apae de Brusque – pocket show "Contos de Natal"
-20h30: Show Gratuito com Bia Barros & Banda + convidados
-22h: Acústico Vini Lake & Rívia
Mais informações: (47) 3351-2482.

Valores alimentação e bebidas:
Alimentação:
-Cachorro-quente (tradicional da Apae de Brusque, com 2 linguicinhas): R$ 6,00
-Pastel (opções de carne, frango, palmito, pizza e bananinha): R$ 6,00
-Brigadeiros (caixinha com 4 unidades): R$ 5,00
-Churros tradicional (doce de leite/chocolate): R$ 10,00
-Churros tradicional (Nutella): R$ 15,00
-Churros no copo (doce de leite/chocolate): R$ 18,00
-Churros no copo (Nutella): R$ 23,00

Bebidas:
-Água: R$ 4,00
-Refrigerante: R$ 6,00
-Cerveja (lata): R$ 6,00
-Cerveja Heineken (lata): R$ 9,00
-Chope Pilsen: R$ 9,00
-Chope Especial (IPA e Vinho): R$ 11,00
Leia +24/11/2022

Prestação de contas referente a Segunda parcela do Termo de Colaboração 007/2022, firmado com o Fundo Municipal de Assistencia Social de Brusque.

Leia +22/11/2022

“Especial de Natal Apae Brusque” acontece na próxima sexta-feira, 25 de novembro

Evento terá show gratuito de Bia Barros & Banda e convidados, com serviço completo de bar e gastronomia. Renda será revertida em prol da entidade

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove na próxima sexta-feira, 25 de novembro, o “Especial de Natal Apae Brusque”. O evento, inédito, irá proporcionar a comunidade de Brusque e região um momento de confraternização, emoção e alegria.
No palco, Bia Barros & Banda comandam o espetáculo gratuito, que terá a participação de artistas convidados. A abertura do evento será com os alunos da Apae de Brusque, com o pocket show "Contos de Natal". Após as apresentações, haverá ainda o acústico de Vini Lake & Rívia.
O evento inicia a partir das 17h com a abertura dos portões e venda dos itens de gastronomia e bebidas, como o tradicional cachorro-quente da Apae, pastel frito na hora, além de demais opções, como churros, doces, refrigerante, cerveja e chope, tanto para consumo local como para retirada. "Toda a renda arrecadada com a venda dos itens de alimentação e bebidas será revertida para a Apae de Brusque. Por isso, convidamos a todos que possam estar no evento, prestigiar esse lindo espetáculo, levar a família e os amigos e contribuir com a nossa entidade. Tudo está sendo preparado com muito carinho, por isso esperamos um grande público para este evento", ressalta o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.
Para o conforto do público, a plateia será acomodada em cadeiras, em formato de auditório, na quadra da sede da instituição.
"O Especial de Natal Apae Brusque é um presente para a cidade e uma ação em prol da instituição, que há 67 anos atua em Brusque e é pioneira no Estado. Por isso será uma oportunidade única, uma ação promovida por gratidão, esperança e desejo de inclusão. Estamos muito felizes em fazer parte desse projeto e convidamos toda a comunidade brusquense para fazer desse evento uma linda festa”, reforça Bia Barros.

SERVIÇO
Especial de Natal Apae Brusque
-Dia 25 de novembro, sexta-feira
-Na sede da Apae de Brusque (Av. Augusto Bauer, nº 350 - Jardim Maluche)
-17h: Abertura dos portões e comercialização de alimentação e bebidas (consumo local ou retirada) – toda a renda será revertida em prol da Apae
-19h30: Abertura com os alunos da Apae de Brusque – pocket show "Contos de Natal"
-20h30: Show Gratuito com Bia Barros & Banda + convidados
-22h: Acústico Vini Lake & Rívia
Mais informações: (47) 3351-2482.


Leia +20/11/2022

Apae de Brusque sedia 11º Encontro Catarinense de Capoeira Especial

Cerca de 250 pessoas participaram do evento

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque foi palco de uma grande roda de Capoeira ao longo da quinta-feira, 17 de novembro, com a realização do 11º Encontro Catarinense de Capoeira Especial. O evento, sediado em Brusque pela segunda vez, reuniu cerca de 250 pessoas, com representantes de instituições de Educação Especial de diversas cidades do estado, que compartilharam de forma mútua a prática da Capoeira, por meio da inclusão. Realizado após dois anos sem o encontro presencial, por conta da pandemia, na programação, o evento contou com reencontros de amigos, sorrisos, conhecimento sobre a história da Capoeira no Brasil, musicalidade e muita prática.

Retomada presencial
A abertura do evento no período da manhã foi realizada na Arena Multiuso e contou com a presença do vice-prefeito de Brusque, pastor Gilmar Doerner, que deu as boas-vindas aos participantes e falou da importância da cidade sediar o encontro. “É uma grande alegria recepcionarmos esse público, tanto aqui na Arena como na Apae. Sem dúvida é um privilégio termos esse evento na nossa cidade, que é tão acolhedora, e vimos a alegria e entusiasmo dos participantes em estarem aqui”, considerou.
Também presente no evento, o educador físico e mestre de Capoeira da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), Fernando Bueno (Tuti), relembrou a trajetória do Encontro, que surgiu em 2012, após uma pesquisa feita entre as Apaes conveniadas com a Fundação. Na época, cerca de dez delas promoviam aulas de Capoeira, daí a iniciativa de realizar um encontro presencial. Os dois primeiros eventos foram na sede da FCEE, em Florianópolis, e nas edições seguintes, o mesmo passou a ser realizado de forma itinerante. “Este é um momento bem simbólico, em especial, após dois anos voltarmos a nos encontrar pessoalmente. Todos estavam ansiosos, porque aqui eles fazem amizades entre pessoas de diferentes cidades. E nesse sentido, a Capoeira demonstra como é uma ferramenta de inclusão social, não só pela possibilidade do movimento físico por quem tem alguma limitação, mas também pela parte cultural, pelo lado histórico, em mostrar que ela é também um instrumento educacional fantástico, por isso é considerada um patrimônio cultural da humanidade. Agradecemos pelo apoio da Apae de Brusque que está sempre de portas abertas e a todos que contribuíram para esse evento, que só acontece de forma conjunta”, enalteceu.

Brusque receptiva
No período da tarde, o encontro foi realizado na sede da Apae de Brusque com diversas práticas e rodas de Capoeira. Em nome da instituição, anfitriã do evento, o presidente Renato Roda destacou a satisfação da entidade, em mais uma vez, sediar o encontro estadual e poder recepcionar tantas pessoas especiais unidas em um bem comum. “Só quem presenciou este momento ou quem acompanha uma roda de capoeira com pessoas especiais sabe o amor que se sente, por quem se dedica e participa dessa prática. Esperamos dois anos por esse encontro, e essa retomada faz com que a Apae de Brusque também seja protagonista novamente, não só como a primeira Apae de Santa Catarina, mas também em outros projetos e ações. Agradecemos a todos pela presença e ficamos muito felizes pela realização desse evento”, pontuou.
Há 22 anos ensinando Capoeira de forma voluntária para os alunos da Apae de Brusque, Sidnei Belz, o mestre “Magau”, falou sobre a emoção proporcionada pelo encontro, que fortalece o movimento da Capoeira por meio da inclusão. “Receber esses capoeiristas especiais aqui é um grande presente, afinal é maravilhoso estar novamente com eles. Na Apae, nosso trabalho nunca foi torná-los ilustres jogadores de Capoeira, mas sim, através dessa prática, oferecer um momento de qualidade de vida, mesmo que seja a cada 15 dias. Assim, proporcionamos uma melhora corporal, na questão motora, por conta da movimentação, mas também a questão social, onde eles se relacionam e interagem com outras pessoas. Além, é claro, a questão da musicalidade, da instrumentalização, entre outras, que eles não teriam acesso no dia-a-dia e que a Capoeira proporciona”, destacou.
Para ele, a maior recompensa é ver a alegria dos alunos interagindo com os demais. “Esse é o nosso objetivo, fazer um evento onde vimos os participantes sorrindo, saindo daqui felizes e satisfeitos pelo momento vivido”, completa.
Marcelo Backes Navarro Stotz, o mestre “Kblera”, da Associação Brasileira Camará Capoeira (Grupo Camará), foi o responsável por transmitir um pouco da história da Capoeira no Brasil, durante a visita dos participantes do encontro no Centro Cultural Camará Capoeira, na Arena Multiuso. Para ele, poder participar do evento e transmitir ao público participante um pouco da essência da Capoeira, foi uma grande satisfação. “Participar de ações que envolvam a Capoeira especial é sempre um privilégio, onde, no final, nós é quem aprendemos com os alunos. Por meio da união e do respeito, através da Capoeira especial, todo dia aprendemos um pouco mais sobre as nossas limitações, sobre a necessidade de trabalharmos por um mundo mais justo e igualitário. Assim, poder receber pessoas de outros municípios na nossa cidade é um privilégio, o que nos motiva ainda mais a continuar na prática capoeirista”, detalha o mestre, que há 42 anos trabalha com a Capoeira. “Aproveito ainda para elogiar o trabalho do Magau, que há 22 anos atua na Apae de Brusque, neste trabalho voluntário e responsável, nos proporcionando a alegria de trabalhar com um público tão especial. Que as pessoas percebam a qualidade educacional, cultural, mas também terapêutica que a Capoeira possui e que esse projeto possa ter continuidade por muitos anos”, acrescenta.

Representantes
Participaram do encontro integrantes e alunos da Fundação Catarinense de Educação Especial; Apae de Brusque; Apae de Biguaçu; Apae de Governador Celso Ramos; Apae de Camboriú e Apae de Itapema. Ao final do encontro todos os integrantes ganharam medalhas pela participação.



Leia +18/11/2022

Prestação de contas da 1ª parcela, referente ao Termo de Colaboração Nº 004/2022 - por Intermédio do Fundo Municipal de Saúde de Brusque

Leia +17/11/2022

Apae de Brusque apresenta espetáculo “Um sonho musical” no Festival de Teatro Estudantil Municipal

Apresentação aconteceu na quarta-feira, 16, para uma plateia formada por estudantes de diversas escolas do município

Na tarde de quarta-feira, 16 de novembro, alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque apresentaram a adaptação da peça “Um sonho musical”, no 1º Festival de Teatro Estudantil, promovido pela Fundação Cultural de Brusque. Com uma plateia formada por estudantes de diversas unidades de ensino do município, os alunos da Apae demonstraram todos os seus talentos artísticos e, ao final, foram muito aplaudidos por todos que estavam presentes no Teatro do Centro Empresarial, Social e Cultural de Brusque (CESCB).
“A Fundação Cultural nos fez esse convite, para apresentarmos a nossa peça teatral que estreamos em agosto. Ela foi adaptada, porque originalmente tem quase duas horas de apresentação. Assim, precisamos cortar algumas falas e músicas, mas com certeza para os nossos alunos foi uma grande oportunidade estar neste palco e ter essa troca com o público”, explica o artista visual e arte educador da Apae de Brusque, Evailson Inomata, o “Vavá”.
O arte educador da Fundação Cultural de Brusque, Thiago Martins, ressalta que o festival estudantil foi criado com a ideia de fomentar o ensino do teatro, para que os estudantes possam ver outras pessoas da sua idade no palco, além de dar espaço a todos aqueles que produzem peças para apresentarem seus trabalhos, como a Apae de Brusque. “Desde o começo, quando conversamos com o Vavá sobre a possibilidade da apresentação, foi uma alegria. O espetáculo tinha um maior tempo de duração que precisou ser adaptado para 30 minutos, onde tivemos algumas ideias de formato, o que deu certo. Sem dúvida temos que oferecer a todos que produzem teatro a oportunidade de ter um espaço para apresentar esses trabalhos, o que enriquece todos: quem atua, organiza e quem assiste, que vêem as diversas possibilidades que temos de ser e de fazer teatro”, considerou.


A importância da inclusão
Simulando um concurso musical do “Domingão do Faustão”, alguns colaboradores da Apae fizeram o papel de técnicos dos alunos que se apresentaram cantando músicas de seus artistas favoritos.
Uma das alunas que participou da peça foi Sandra Sanni, que estava ansiosa, assim como os outros colegas, antes de subir ao palco. “O professor Vavá ensaiou com todos e nos ajudou a ficarmos mais calmos e confiantes para a apresentação. Fazer parte dessa peça é muito bom, mas desta vez com uma emoção diferente, sinto como se fosse uma adrenalina pura”, revelou.
A diretora administrativa da Apae, Rosecler Ceratti Foletto, destaca que a oportunidade de participar de um evento dessa magnitude é muito importante e comemorado, pois é mais um passo dentro da proposta de inclusão desenvolvida na instituição. “A importância para nós é vê-los em ambientes, dentro do município, mas em espaços fora da Apae, porque isso é inclusão: existem oportunidades como as que estão acontecendo hoje, para que eles possam vivenciar experiências com outros grupos. Então aqui, além de eles estarem expressando a arte, através da música, da atuação, do relacionamento entre a equipe no palco, também temos um público diferente daquele a que eles estão habituados, o que é ainda mais enriquecedor”, finaliza.
O professor Vavá, também ressalta a importância de poder levar a apresentação para fora da Apae, e vê isso como mais uma etapa para o crescimento dos alunos. “Eles estão muito felizes, estamos há duas semanas ensaiando, é bastante coisa para eles fazerem, mas vimos a dedicação e o crescimento de cada um. Acreditamos que para isso é importante ter esses momentos, onde eles têm essa prática compartilhada”, comenta.
Leia +17/11/2022

Prestação de contas da 2ª parcela, referente ao Termo de Colaboração Nº 006 - por Intermédio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Brusque

Leia +11/11/2022

Prestação de contas da 2ª parcela, referente ao Termo de Colaboração Nº 017 - por Intermédio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Brusque

Leia +08/11/2022

Edital de Convocação - Apae de Brusque

Leia +07/11/2022

Dia 8 de novembro é dia de Bingo do Clube de Mães da Apae de Brusque Evento mensal acontece na sede da instituição


Na próxima terça-feira, 8 de novembro, o Clube de Mães da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove mais uma edição do seu tradicional bingo mensal. O evento acontece na sede da instituição, a partir das 14h. O valor é de R$ 20,00 por pessoa e dá direito a duas cartelas de bingo e um delicioso café. Cartelas avulsas poderão ser adquiridas também no valor de R$ 2,00.
A solicitação também é para que os participantes também possam levar brindes para o bingo. Na oportunidade haverá ainda roda da fortuna. Os valores arrecadados no evento serão revertidos para a instituição.

Reserva de mesas
Grupos com maior quantidade de pessoas que desejam participar do evento devem entrar em contato com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681 para reserva de mesas.

Bingo de Natal
Além disso, o Clube de Mães também já está realizando os preparativos para o Bingo de Natal, que neste ano será realizado no dia 6 de dezembro. O evento terá uma programação especial e será o último do ano.

SERVIÇO
Bingo Clube de Mães Apae de Brusque
-Terça-feira, 8 de novembro
-Às 14h
-Na sede da Apae de Brusque (Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche)
-Valor: R$ 20,00 por pessoa (cartela de bingo + café)
-Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.
Leia +04/11/2022

Prestação de contas referente a Primeira parcela do Termo de Colaboração 007/2022, firmado com o Fundo Municipal de Assistencia Social de Brusque.

Leia +31/10/2022

Bingo do Clube de Mães da Apae de Brusque acontece na terça-feira, 11 de outubro

Evento, promovido na véspera do feriado, será novamente na sede da instituição

O Clube de Mães da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove na próxima terça-feira, 11 de outubro, mais uma edição do seu tradicional bingo mensal. O evento acontece na sede da instituição, a partir das 14h.
O valor é de R$ 20,00 por pessoa e dá direito a duas cartelas de bingo e um delicioso café. Cartelas avulsas poderão ser adquiridas também no valor de R$ 2,00.
A solicitação também é para que os participantes também possam levar brindes para o bingo. Na oportunidade haverá ainda roda da fortuna.

Reserva de mesas
Grupos com maior quantidade de pessoas que desejam participar do evento devem entrar em contato com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681 para reserva de mesas.
A Apae de Brusque fica na Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche. Os valores arrecadados no evento serão revertidos para a instituição.


SERVIÇO
Bingo Clube de Mães Apae de Brusque
-Terça-feira, 11 de outubro
-Às 14h
-Na sede da Apae de Brusque (Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche)
-Valor: R$ 20,00 por pessoa (cartela de bingo + café)
-Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.
Leia +04/10/2022

Prestação de contas da 1ª parcela, referente ao Termo de Colaboração Nº 006 - por Intermédio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Brusque

Leia +26/09/2022

Público prestigia 40ª edição da Festa da Apae de Brusque

Evento que voltou a ser presencial, contou com diversas atrações e arrecadou valores em prol da instituição

A sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque foi palco de muita alegria, encontros e confraternização nos dias 16 e 17 de setembro, com a realização da 40ª Festa da entidade. Este ano, o evento, que comemorou 40 anos de seu início e já se estabeleceu no calendário brusquense como uma das festas mais prestigiadas da cidade, voltou a ser realizado presencialmente, após dois anos, por conta da pandemia.
Na programação, o público, que lotou a sede da APAE, pode prestigiar várias atrações. Na sexta-feira, 16, a música ficou por conta de Rogerinho Las Flores e a gastronomia contou com uma novidade: o “buffet de risoto”, além do tradicional churrasco e cachorro-quente. Já no sábado, 17, o evento teve início com a celebração do culto ecumênico e, em seguida, a festa, que teve a música de Jordana Brogni, bem como a venda de churrasco e cachorro-quente. Tanto na sexta-feira como no sábado a festa contou com várias atividades para toda a família, como pescaria, roda da fortuna e pintura facial nas crianças. O Clube de Mães também se fez presente, participando durante os dois dias com a venda de doces, bolos e com a exposição e venda de artigos de natal.

Reencontros
Para o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda, foram muitos os motivos para a comemoração da 40ª Festa da APAE. “É uma imensa alegria podermos contar com a presença dos nossos convidados, amigos, dos alunos e de suas famílias, dos professores e cuidadores, enfim, ver toda a comunidade brusquense prestigiando, principalmente depois de dois anos sem festa por conta da pandemia. É o congraçamento de todo o esforço e trabalho de muitas pessoas ao longo do ano”, comenta.
A secretária executiva da Apae de Brusque e uma das organizadoras da festa, Milani Zunino, comentou que é gratificante poder retomar a realização do evento depois de dois anos. “É muito bom retornar e confraternizar com toda a comunidade brusquense. Esse é um dos principais intuitos da festa. O evento foi um sucesso e é lindo poder vivenciar esse momento novamente”, declarou.
Para Tereza de Oliveira, 66 anos, o evento tem o propósito de reunir e confraternizar com a família e amigos de seu filho, Pedro Henrique de Oliveira, 31 anos, aluno da Apae desde seu primeiro ano de vida. “Eu e minha família nos divertimos muito durante a festa. Estamos aqui para comemorar e, também, contribuir financeiramente. Afinal, a instituição oferece a toda a comunidade a infraestrutura para ajudar nossos filhos. Somos eternamente gratos por isso”, pontua.
Para o presidente da associação, além da confraternização com a comunidade, a principal contribuição é a ajuda financeira, para a continuidade do trabalho realizado pela instituição. “A Apae existe para ajudar a transformar o mundo de muitas famílias num lugar melhor. Por isso agradecemos imensamente a todos os voluntários envolvidos e aos organizadores que transformaram esse evento numa linda festa, já que esse trabalho é fundamental. O nosso muito obrigado também a toda a comunidade que se fez presente, comprou um cachorro quente ou um bilhete da rodada e que assim contribuiu para a nossa instituição”, expressou o presidente da Apae.

Voluntariado
A festa contou novamente com a participação de aproximadamente 150 voluntários durante os dois dias do evento, um trabalho de extrema importância, feito com muito amor e dedicação pelas mãos de quem se doou.
Para o voluntário José Jair Lana, que cuidou da equipe do churrasco, todo o brusquense deveria ter a experiência de ajudar a Apae de Brusque, por se tratar de uma entidade que contribui para inúmeras famílias da cidade e região. “É muito bom ser voluntário, estar presente e fazer a diferença. Essa atitude agrada a comunidade e contribui para o nosso crescimento como seres humanos. A cidade de Brusque é conhecida por ter um povo generoso e que está sempre contribuindo. Mas, o que verdadeiramente importa é ver todos os alunos bem cuidados e felizes”, declarou Lana.

Rifa
Durante a festa o público pode adquirir blocos e bilhetes da festa que, este ano, tem como prêmios um Fiat Mobi, 0km; um notebook 14 polegadas; um kit de depurador de ambiente, forno elétrico e um fogão Fischer; duas diárias de casal no Hotel Monthez; e um oratório. O sorteio será realizado no dia 26 de novembro pela Loteria Federal. Interessados em adquirir os blocos da rifa, que ainda estão disponíveis para venda, podem entrar em contato direto com a Apae de Brusque através do telefone: (47) 3351-2482.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.

Leia +19/09/2022

40ª Festa da Apae acontece neste final de semana

Evento será realizado na sexta-feira, 16, e no sábado, 17 de setembro com diversas atrações. Comunidade é convidada a prestigiar e contribuir com a instituição

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove neste final de semana, nos dias 16 e 17 de setembro, a 40ª edição de sua tradicional Festa. O evento será especial, já que volta a ser realizado após dois anos, interrompido por conta da pandemia. “Estamos muito felizes com a retomada deste evento que é tão importante para a nossa instituição, afinal, os valores que arrecadamos são primordiais para a manutenção da entidade e a prestação de serviços e atendimentos feitos pela Apae. Assim, convidamos toda a comunidade de Brusque e região para marcar presença, chamar familiares e amigos para esse encontro tão especial”, comenta o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.

Programação
A Festa inicia na sexta-feira, 16 de setembro, a partir das 19h. Neste dia, o público poderá degustar os tradicionais churrasco e cachorro quente, além da novidade do “buffet de risoto”, que será servido somente na sexta-feira, e poderá ser consumido tanto no local como levado para casa. “O risoto será feito por vários voluntários, que irão contribuir tanto com a doação dos ingredientes, como também no preparo”, detalha Roda. Neste dia, a música ao vivo fica por conta de Rogerinho Las Flores.
Já no sábado, 17, a Festa tem início às 18h, com o Culto Ecumênico, na própria sede da entidade. A atração musical será a cantora Jordana Brogni, e serão servidos churrasco e cachorro quente. Em ambos os dias o público poderá conferir ainda: roda da fortuna, pescaria, comercialização de bolos e doces pelo Clube de Mães, que também estará com exposição e venda de artigos de Natal, além de outras atrações.
Os cartões de alimentação para ambos os dias já estão disponíveis para serem adquiridos de forma antecipada, na Apae de Brusque. Interessados podem se dirigir até a sede da entidade ou com os festeiros do evento.

Rifa
Ao longo dos dois dias da Festa o público também poderá adquirir bilhetes e blocos da Rifa da 40ª edição do evento. Este ano o primeiro prêmio da rifa será um Fiat Mobi, 0km, com itens de série. Já segundo prêmio será um Notebook 14 polegadas. O terceiro prêmio será um kit de depurador de ambiente, forno elétrico e um fogão Fischer. O quarto prêmio serão duas diárias para casal no Hotel Monthez e, o último prêmio, um oratório portas rústico.
O sorteio da rifa acontece pela combinação do resultado da Loteria Federal do dia 26 de novembro, conforme os anos anteriores. Interessados em adquirir os blocos da rifa devem entrar em contato direto com a Apae de Brusque através do telefone: (47) 3351-2482.

Voluntários
Outro pedido da organização da Festa é para a colaboração de voluntários que possam ajudar no evento, em ambos os dias. Interessados devem entrar em contato com a Apae de Brusque, através do telefone: (47) 3351-2482.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.

Valores 40ª Festa da Apae de Brusque
-Buffet de Risoto: R$ 30,00 (somente na sexta, 16)
-Churrasco: R$ 60,00 (sexta e sábado, 16 e 17)
-Cachorro quente: R$ 6,00 (sexta e sábado, 16 e 17)
-Bebidas: cerveja, refrigerante, chope e água.
-Cartões disponíveis para serem adquiridos de forma antecipada, na Apae de Brusque. Mais informações: (47) 3351-2482.

Venda de Rifas da Apae de Brusque 2022
-Na sede da entidade ou com voluntários/festeiros
-R$ 5 o bilhete/ blocos com 5, 10, 15 ou 20 bilhetes (nos valores de R$ 25, R$ 50, R$ 100 e R$ 150)
-Sorteio: combinação do resultado da Loteria Federal do dia 26/11/2022
-Prêmios:
1º prêmio: Fiat Mobi, 0km, com itens de série
2º prêmio: 1 Notebook 14 polegadas
3º prêmio: Depurador de ambiente, forno elétrico e fogão Fischer
4º prêmio: Duas diárias para casal no Hotel Monthez
5º prêmio: Oratório portas rústico
-Mais informações: (47) 3351-2482.

SERVIÇO
40ª Festa da Apae
Dias 16 e 17 de setembro
Sexta-feira, 16: a partir das 19h
Sábado, 17: início às 18h, com o Culto Ecumênico
Na sede da Apae de Brusque: avenida Augusto Bauer, nº 350 - Jardim Maluche
Mais informações: (47) 3351-2482.
Leia +13/09/2022

Apae de Brusque apresenta espetáculo "Um sonho musical"

Comunidade prestigiou o evento que trouxe talentos musicais de alunos e colaboradores da instituição

A noite de sábado, 27 de agosto, foi de apresentações musicais com a realização do espetáculo “Um sonho musical”. Realizado no auditório do Instituto Federal Catarinense (IFC), no palco, alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque soltaram a voz e seus talentos artísticos. Na plateia, pais, amigos, familiares, colaboradores da instituição e a comunidade de Brusque, que aplaudiu de pé as apresentações da noite. Ao todo, 35 alunos da instituição, tanto do Instituto Santa Inês (ISI) como do Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon) interpretaram personagens principais e coadjuvantes, cada um oferecendo o melhor de suas potencialidades e demonstrando seus talentos artísticos. “Quando unimos os alunos, cada um com seu grau de dificuldades, um encoraja e incentiva o outro. Assim, vimos um crescimento coletivo muito grande nesse espetáculo, que contou com o apoio de professores e colaboradores da Apae de Brusque”, detalha o artista visual e arte educador da Apae, Evailson Inomata, o “Vavá”.
O evento encerrou a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, promovida entre os dias 21 a 28 de agosto.

Potencial
Simulando um concurso musical do “Domingão do Faustão”, alguns colaboradores da Apae fizeram o papel de técnicos dos alunos que se apresentaram cantando músicas de seus artistas favoritos. O espetáculo contou com o apoio do IFC e também da Banda do IFC, que se apresentou na oportunidade, animando ainda mais o público presente.
“A música é muito acessível a todos, no ouvir, cantar ou dançar, além de nos fazer voltar no tempo em alguns momentos, já que nos instiga a ter lembranças. E a inspiração foi a partir disso, em olharmos as potencialidades dos alunos e também dos colaboradores da instituição para desenvolvermos o espetáculo”, comenta Vavá.
Segundo ele, ao todo foram seis ensaios, tanto na sede da instituição, como também no próprio palco do IFC, para preparar os alunos para a apresentação.
Além disso, depoimentos em vídeo de músicos e outros artistas, como: Isaac Lacerda, músico e maestro da Fundação Cultural de Brusque; Lúcio Silva, deficiente e artista de Parintins (AM); os cantores e compositores Rogérinho Las Flores e Bryan Behr; e de diversos outros, falaram sobre sonhos, experiências e sobre acreditarem em seguir no mundo artístico. “Buscamos incentivar os alunos e também o público presente a acreditar nos seus sonhos, em buscar oportunidades e não desistir. E ficamos muito felizes com o resultado, em ver a comunidade também prestigiando o evento, o que nos estimula a desenvolver novas apresentações. É muito gratificante e nos inspira a continuar e realizar cada vez mais eventos assim”, completou Vavá.
Segundo ele, até o final do ano, outros projetos artísticos também serão desenvolvidos e apresentados ao público.

Amor em forma de arte
O presidente da Apae de Brusque, Renato Roda, destacou a importância do evento que concluiu a Semana Nacional da Pessoal com Deficiência, demonstrando as potencialidades dos alunos da entidade, da melhor forma. “Fechamos com muita emoção e grandeza essa semana. Tivemos um bom prestígio do público, que acompanhou a apresentação dos nossos alunos, que demonstraram que o amor transforma e supera qualquer dificuldades. Foi uma festa de talentos feita com muita dedicação dos nossos artistas. Agradecemos e parabenizamos a todos: alunos, equipe da Apae, familiares, apoiadores, que proporcionaram esse belo espetáculo nesta noite”, acrescentou.
Leia +30/08/2022

Dia 9 de agosto acontece mais uma edição do Bingo do Clube de Mães da Apae de Brusque

O Clube de Mães da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove na próxima terça-feira, 9 de agosto, mais uma edição do seu tradicional bingo mensal. O evento acontece na sede da instituição, a partir das 14h.
O valor é de R$ 20,00 por pessoa e dá direito a duas cartelas de bingo e um delicioso café. Cartelas avulsas poderão ser adquiridas também no valor de R$ 2,00.
A solicitação também é para que os participantes possam levar brindes para o bingo. Na oportunidade haverá ainda roda da fortuna.
Grupos com maior quantidade de pessoas que desejam participar do evento devem entrar em contato com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681 para reserva de mesas.
A Apae de Brusque fica na Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche. Os valores arrecadados no evento serão revertidos para a instituição.


SERVIÇO
Bingo Clube de Mães Apae de Brusque
-Terça-feira, 9 de agosto
-Às 14h
-Na sede da Apae de Brusque (Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche)
-Valor: R$ 20,00 por pessoa (cartela de bingo + café)
-Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.
Leia +08/08/2022

Consultora da Apae de Brusque palestra sobre inclusão escolar para a Rede Municipal de Educação

Profissionais da Rede Municipal de Ensino formaram uma plateia com cerca de 190 inscritos, no auditório da Uniasselvi


A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque acompanhou na manhã de sexta-feira, 22 de julho, a palestra “A inclusão escolar na perspectiva do Currículo Funcional Natural”, proferida pela educadora, psicóloga e consultora da instituição, Dra. Maryse Suplino. O evento foi realizado no auditório da Uniasselvi e contou com uma plateia formada por cerca de 190 inscritos, interessados no conteúdo abordado pela especialista, como a inclusão escolar, deficiência intelectual, autismo, currículo funcional natural, entre outros.
A palestra integrou a semana de Formação Continuada da Rede Municipal de Ensino, e também fez parte da programação do projeto aprovado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA/FIA). O trabalho feito pela Apae de Brusque inclui trocas com as escolas regulares, em função dos alunos incluídos.


Educação para a vida
Com experiência de mais de 40 anos na área da educação, Dra. Maryse é educadora e psicóloga e, por muitos anos, atuou na rede municipal de ensino. A especialista acompanha a Apae de Brusque há seis anos na área de consultoria e trabalha com a educação especial tanto na escola especializada como na regular.
Segundo a palestrante, o objetivo do evento foi despertar o olhar dos profissionais para que eles tenham uma visão da educação especial que prepare para a vida. Nesse sentido, Dra. Maryse esclarece que a visão do Currículo Funcional Natural extrapola instituições como a Apae de Brusque, pois ele vai além, já que também se aplica à educação especial dentro da escola regular. “Fazer com que aquele aluno incluído tenha um melhor aproveitamento da escola regular, já que nem sempre o currículo tradicional se aplica às necessidades de uma criança com deficiência, dependendo da deficiência. Assim, buscamos transmitir essa visão para os profissionais aqui presentes, em como fazer com que, a criança com deficiência que está na escola regular possa adquirir habilidades para a vida, e não apenas habilidades acadêmicas, já que essa limitação pode às vezes impedir um maior aproveitamento do ambiente escolar”, declarou.
Durante a palestra, o tema foi trabalhado pela especialista a partir da perspectiva voltada à pessoa como protagonista, para que o profissional da educação que atue com inclusão compreenda a importância de estabelecer o vínculo com o aluno com deficiência. “Dentro dessa proposta, quando falamos de funcionalidade, falamos do que ensinar. Um olhar singular, que estabelece àquela pessoa o que ela precisa”, discorreu.
Assim, ao longo da manhã, em um primeiro momento, os participantes do evento entenderam um pouco sobre os conceitos do Currículo Funcional Natural e, em seguida, foi feita uma reflexão, entre a metodologia e a proposta do currículo regular, em como ambos podem se complementar. Além disso, Dra. Maryse também trouxe sugestões e ideias, de como, no dia a dia, os professores podem ajustar um currículo comum para uma visão mais funcional e natural, para atender a necessidade do aluno com deficiência incluído.

Inclusão todos os dias
Para a diretora Executiva da Apae de Brusque, Rosecler Ceratti Foletto, a contribuição compartilhada pela psicóloga durante a formação foi de extrema importância para a comunidade e a área da educação. “É um compartilhamento necessário, principalmente porque temos alunos que estão na Apae e na rede municipal. Nesses seis anos que a Dra. Maryse tem feito trabalhos na Apae, os resultados são impressionantes. E quando se tem algo bom, o desejo é difundir, disseminar para mais pessoas, e é o que fizemos aqui hoje, onde todos ganham: os alunos, as famílias, o município e os profissionais”, declarou.
O evento contou com diversos profissionais relacionados à área de inclusão, como professores, monitores, gestores, entre outros interessados no tema.


Compartilhamento
Também presente no evento, a secretária de Educação de Brusque, Eliani Aparecida Busnardo Buemo destacou a presença da palestrante convidada, cedida pela Apae de Brusque, a partir do projeto do CMDCA/FIA. “Ficamos muito alegres em termos uma pessoa tão ilustre, que vem compartilhar toda sua experiência e trajetória, para falar sobre inclusão e diversidade”, comentou.
Segundo ela, a palestra integrou a Formação Continuada 2022 da rede municipal de ensino, que este ano trouxe como tema “O compartilhamento dos Saberes”, com diversas atividades desenvolvidas durante a formação, e temas específicos para cada setor.
Promovida pela pasta, as capacitações da Formação foram feitas através de um edital de boas práticas, que contou com o compartilhamento de experiências exitosas de atividades docentes. Ao todo, foram 150 oficinas promovidas, voltadas a mais de 2,4 mil profissionais da rede municipal de ensino de Brusque. “Temos uma proposta pedagógica para a rede municipal em que o pertencimento dela só se dará à medida que ela for mesmo compartilhada entre os profissionais, de forma linear, e isso que buscamos”, completou.

Leia +26/07/2022

Acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil da UNIFEBE revitalizam espaços de convivência da APAE Brusque

Horta, casa de ferramentas e bancos foram feitos pelos próprios estudantes


Os acadêmicos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharia Civil do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE) utilizaram seus conhecimentos e habilidades para realizar uma série de melhorias nos espaços de convivência da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque. Orientados pelos professores da graduação, por meio do EXECUTA, projeto que prevê a execução prática de obras, os estudantes fizeram hortas hidropônicas para o plantio de hortaliças, uma casa de ferramentas, providenciaram a cobertura da horta e construíram bancos de concreto e vasos para o plantio de ervas medicinais, que foram pintados imitando madeira.
Executa
O colocar a mão na massa é o perfil do EXECUTA. O projeto criado pelo curso de Arquitetura e Urbanismo instiga os estudantes a transformarem ideias em realidade. “No EXECUTA os acadêmicos experimentam um dos sentimentos mais gratificantes de um arquiteto: ver a conclusão de algo que foi projetado com muito carinho e amor. Nessa edição do EXECUTA, em especial, eles desenvolveram habilidades sensoriais e perceberam ainda mais a importância de construir algo, pensando em quem vai utilizar aquele espaço. Para isso, cada detalhe foi estudado, projetado e feito com muito cuidado, desde a escolha das ervas medicinais, da altura dos canteiros, das cores e acabamentos”, salienta o coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da UNIFEBE, professor Marcelius Oliveira de Aguiar.
Antes de iniciar a execução da obra, os acadêmicos participaram de uma oficina prática para a construção dos bancos em concreto, com o professor de artes da Apae, Vavá Yonomata. A pré-montagem dos utensílios foram feitas na UNIFEBE, com o apoio dos professores Marcelius, Anderson Buss e da professora Vivian Siffert Wildner, e finalizados diretamente na Apae. Durante todas as etapas, a instituição contou com o suporte e orientação dos profissionais da Apae, que apresentaram as reais necessidades da entidade.
Desde o início do EXECUTA a acadêmica de Arquitetura e Urbanismo, Giovanna Nunes Oberg, percebeu que ser uma futura arquiteta é ir além do projetar. “Uma coisa é fazer um projeto no software, pensar nos materiais, nas quantidades, mas a realidade de uma obra, muitas vezes, é bem diferente. Com certeza esse intercâmbio de conhecimentos entre o nosso curso e Engenharia Civil agregou e muito para chegarmos ao resultado final. Saber que participei de um projeto como este e que, com o meu trabalho, de certa forma mudei a realidade daquelas pessoas, é indescritível”, complementa Giovanna.
A interação profissional entre as áreas é algo que fará parte do futuro desses acadêmicos. “Junto com os professores trocamos experiências de vida e profissionais, o que possibilitou que cada um contribuísse com suas habilidades e seus conhecimentos. Em atividades como o EXCECUTA percebemos que é muito importante planejar, mas que muitas vezes o projeto sofrerá alterações e devemos estar preparados para uma resposta rápida e segura. Apesar dos desafios, foi gratificante deixar nossa marca na Apae”, destaca o acadêmico de Engenharia Civil, Marco Antonio Bernardi Dall Antonia.

A Apae
A parceria entre a UNIFEBE e a Apae iniciou em 2021, quando os estudantes desenvolveram projetos para melhorias na entidade, de acordo com as necessidades apontadas pela Apae. “A experiência do EXECUTA foi enriquecedora para todos. Nós da Apae ganhamos muito mais que a revitalização desses espaços, mas principalmente, o olhar atencioso desses jovens que estiveram aqui e puderam vivenciar o clima da instituição e entender um pouco mais sobre as pessoas com deficiência. Isso é algo transformador, motivador. A Apae precisa e gosta de trabalhar a várias mãos, e o EXECUTA foi exatamente assim”, enaltece a diretora administrativa da Apae, Rosecler Ceratti Foletto.

Extensão Universitária
O vivenciar a universidade fora do campus é um dos objetivos da extensão universitária. Ir além das experiências de sala de aula, praticar a futura profissão em prol do desenvolvimento da sociedade. “Os alunos e professores trabalharam no projeto, desenho, lista de materiais e depois na construção, e tiveram que realizar adequações necessárias para atender a necessidade de uma instituição tão importante na nossa cidade. Foi um tanto desafiador, mas muito gratificante. Ao ver todos os serviços executados e concluídos tivemos a certeza de que o propósito da extensão universitária foi cumprido e que, por meio do conhecimento acadêmico, deixamos algo para a sociedade”, conclui a coordenadora de Engenharia Civil da UNIFEBE, professora Vivian.
A pró-reitora de Pós-graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura da UNIFEBE, professora Edinéia Pereira da Silva, elucida que a Curricularização da Extensão integra a formação acadêmica dos estudantes e promove intervenções que estimulam a construção e o desenvolvimento do aluno como cidadão.
Os projetos, programas, cursos, oficinas, eventos e até prestação de serviços, desenvolvidos na Curricularização da Extensão articulam ensino, pesquisa e extensão de modo interdisciplinar, político educacional, cultural, científico e tecnológico. “As atividades desenvolvidas são relacionadas à formação universitária do estudante, que desenvolve trabalhos que contribuem com a comunidade e promove um diálogo construtivo e transformador entre a universidade e a sociedade”, ressalta a professora Edinéia.

(Textos e fotos: Assessoria de imprensa Unifebe).
Leia +18/07/2022

Décima sexta prestação de contas parcial conforme o Termo de Fomento 738/2020, firmado com a Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +15/07/2022

Apae de Brusque realiza apresentações do 1º Festival de Teatro da instituição

O espetáculo surgiu da união das aulas de Arte e Educação Física, através do projeto "Criar estórias, você pode!"

Imagine um lugar onde você pode ser o que quiser: se jogar, se libertar das amarras psíquicas e sociais, fazer amigos e, ainda, estimular o corpo e a mente de forma integral. Com esta proposta foi promovida a primeira edição do Festival de Teatro da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque. As apresentações ocorreram na última quarta-feira, 13 de julho, no período da manhã e da tarde, e fizeram parte do projeto “Criar estórias, você pode!”, que integra as disciplinas de Artes e Educação Física.
Ao todo, oito apresentações ocorreram no palco da instituição, que contou com a presença de familiares dos alunos e equipe pedagógica do Instituto Santa Inês (ISI) e Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon).
"Procuramos manter um ambiente de liberdade para expressão, e acredito que a arte contribui muito com isso, em desenvolver diversas habilidades, como a criatividade e o autoconhecimento, sendo esta uma excelente oportunidade de demonstrar o potencial da pessoa com deficiência. Também ficamos muito felizes pela adesão das famílias, pois o evento ocorreu durante a semana, onde muitos trabalham, mas dedicaram um tempo para vir e estar aqui com os nossos alunos. Os profissionais merecem todos os parabéns pela criatividade, empenho e pelas ideias que propuseram", declarou a diretora Executiva da Apae de Brusque, Rosecler Ceratti Foletto.

Os alunos como protagonistas
O artista visual e arte educador da Apae, Evailson Inomata, o “Vavá”, destaca que o projeto teve um grande envolvimento dos alunos desde o início, e que o tema abordado foi uma escolha dos mesmos. "Acredito que na Educação, independente da área de atuação, o projeto é a melhor maneira de se educar, porque você aprende fazendo e aceita essa troca com o aluno. Lá no início, conversando com a professora de Educação Física, Maria Lucélia Joenck (Lu), chegamos à conclusão que, trabalhar dessa maneira com os alunos, teria um retorno muito melhor. Conversamos com os coordenadores e com a diretoria que abraçaram a ideia. E assim, os alunos foram, desde o início, protagonistas: escolheram o tema, ajudaram a intervir nas peças, fizeram ensaios de movimento facial e corporal, o que resultou em um processo de construção de uma comédia", comentou.
Os ensaios iniciaram na sala de aula, onde os alunos assistiram várias peças sobre teatro. Após um mês, começaram as encenações em frente ao espelho, e finalmente, os ensaios no palco montado no ginásio da instituição, até a preparação final para o Festival. Além disso, as apresentações contaram com a participação de turmas e idades diferentes, o que propiciou uma maior interação entre eles. “Essa interação é importantíssima, porque começamos a entender que muitas vezes aquilo que alguém diz que um aluno não pode fazer, nem sempre é verdade, pois eles conseguem e podem, no tempo, maneira e expressão deles", enfatizou o professor. "Cada produção artística que fazemos aqui é a realização de um sonho e ver o Festival foi melhor que tínhamos imaginado. Foi muito gratificante, valeu cada esforço, cada buscar para poder trocar com maior qualidade", expressou.
Ainda neste ano, os alunos devem realizar outras duas apresentações: uma no próximo mês de agosto, durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, e outra em dezembro.

Plateia especial
A aluna Sandra Sani, de 60 anos, contou com uma plateia muito especial durante a apresentação. Enquanto interpretava a personagem Dona Florinda, do seriado de comédia mexicana Chaves, seu olhar buscava pela atenção da irmã, Silvia Maria Lorentino, que, atenta, lhe prestigiava na plateia. Entregue ao palco, deu vida à rabugenta mãe do Kiko, mas com um toque especial à personagem: seu sotaque brusquense que chamou atenção de todos. "Esse teatro mexeu muito com ela. Damos o maior apoio e notamos uma mudança significativa que a Sandra teve aqui nesses últimos tempos, com um visível desenvolvimento e evolução, muito além das nossas expectativas. No teatro ela está empenhada desde o início, e fiz de tudo para estar aqui hoje, como sempre que posso venho apoiá-la", destacou.
Sandra perdeu a mãe há três meses, e desde então mora com a irmã e o cunhado, Valério Laurentino. "Para nós foi uma novidade tê-la conosco em casa. Tem sido uma experiência diferente e gratificante, ao mesmo tempo: ela é minha irmã especial há sessenta anos, mas morar e conviver diariamente é diferente, e tem sido muito bom", avaliou Silvia, emocionada.

O 1º Festival de Teatro da APAE de Brusque contou com as seguintes apresentações:
Matutino
-O Moço Enganado
-Confusão no Faroeste
-A turma do Chaves da Apae de Brusque
-Sítio do Seu Lobatelton

Vespertino
-Branca de Neve e os Gigantes
-O Leopardo e o Pinguim
-O Vizinho Chato
-Super Heróis da Apae de Brusque
Leia +15/07/2022

Décima quinta prestação de contas parcial conforme o Termo de Fomento 738/2020, firmado com a Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +15/07/2022

Clube de Mães da Apae de Brusque realiza mais uma edição do seu tradicional bingo, no mês de julho

Evento acontece na próxima terça-feira, 12 de julho


O Clube de Mães da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove na próxima terça-feira, 12 de julho, mais uma edição do seu tradicional bingo mensal. O evento acontece na sede da instituição, a partir das 14h.
O valor é de R$ 20,00 por pessoa e dá direito a duas cartelas de bingo e um delicioso café. Cartelas avulsas poderão ser adquiridas também no valor de R$ 2,00.
A solicitação também é para que os participantes também possam levar brindes para o bingo. Na oportunidade haverá ainda roda da fortuna.
Grupos com maior quantidade de pessoas que desejam participar do evento devem entrar em contato com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681 para reserva de mesas.
A Apae de Brusque fica na Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche. Os valores arrecadados no evento serão revertidos para a instituição.

SERVIÇO
Bingo Clube de Mães Apae de Brusque
-Terça-feira, 12 de julho
-Às 14h
-Na sede da Apae de Brusque (Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche)
-Valor: R$ 20,00 por pessoa (cartela de bingo + café)
-Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.
Leia +06/07/2022

Apae de Brusque participa da 22ª Edição da Olimpíada Estadual das Apaes

Alunos conquistaram a terceira colocação no basquete masculino


Entre os dias 27 de junho a 1º de julho, Brusque esteve representada na 22ª Olimpíada das Apaes de Santa Catarina. Realizado em Lages, o evento esportivo contou com mais de mil participantes entre atletas, dirigentes, árbitros e equipes de apoio, compondo 18 delegações que representaram 198 municípios do estado.
A Apae de Brusque marcou presença com um grupo de 10 atletas, nas disputas de basquete masculino e conquistou o terceiro lugar na competição estadual.
A equipe contou com a participação dos alunos André Cesari, André Schmitz, Deine Saul Dréia Silvério, Eduardo Torresani, Jean Barni, Rafael Chavier, Richard Colares Gordo, Rodrigo Lima de Oliveira, Valdivino Cardeal, Vitor Hugo Mohr, do Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon), que trouxeram para casa a medalha da terceira colocação.
“A Olimpíada é um evento muito comemorado pelas Apaes, é uma grande oportunidade de integração por meio do esporte. A participação da Apae de Brusque nos encheu de alegria, por poder proporcionar esta experiência aos nossos alunos. Parabenizamos toda a equipe e agradecemos em especial: às famílias que confiaram no nosso trabalho e liberaram nossos atletas; e aos profissionais que os prepararam e acompanharam, e que não mediram esforços para que fosse uma experiência inesquecível para todos. Também agradecemos aos apoiadores da comunidade e do Clube de Mães e Amigas da Apae, que colaboraram com a doação de agasalhos para a equipe enfrentar o frio de Lages, bem como artigos e mantimentos necessários. Nossa gratidão a todos”, declarou a diretora administrativa da Apae, Rosecler Ceratti Foletto.
O trabalho foi acompanhado pelos professores e colaboradores da instituição: Maria Lucélia Joenck, Joice Borinelli Diegoli, Jean Carlos Machado e Marcelo da Silva Gomes.

Maior conquista
A Apae de Brusque já havia sido campeã na mesma modalidade em 2016, bem como conquistado o terceiro lugar em 2018. Em 2020 o evento não foi realizado por conta da pandemia, sendo retomado agora. “Foram cinco dias muito intensos, onde os atletas precisaram lidar com a ansiedade, saudades de casa, e também com o frio. Mas tudo isso se tornou pequeno durante os jogos, já que, independente do placar, todos se dedicaram e vibravam a cada cesta”, relata a professora de Educação Física da instituição, Maria Lucélia Joenck.
Segundo ela, mais do que a vitória, a experiência vivida pelos alunos da Apae e também pelos professores responsáveis, foi engrandecedora. “Buscamos a participação de cada atleta, que foram desafiados a saírem de suas rotinas e cidade, o que, para nós, é a principal conquista. Parabenizamos todos os nossos campeões e agradecemos cada um que nos apoiou, em especial pais e familiares, que confiaram em nós e proporcionam a eles esse momento de vivência”, completa a professora.

Saiba mais
Em Santa Catarina a primeira edição da Olimpíada Estadual das Apaes aconteceu em 1987, na cidade de Joinville. A última edição ocorreu em 2018, em Gaspar.
Este ano, o evento contou com as modalidades de Atletismo, Basquetebol, Bocha Rafa Vollo, Bocha Paralímpica, Futsal, Handebol, Natação e Tênis de Mesa
Leia +05/07/2022

Pedágio da Apae de Brusque arrecada mais de R$ 44 mil

Ação ocorreu no sábado, 11 de junho, nos principais semáforos de Brusque


A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque, promoveu no último sábado, 11 de junho, mais uma edição do seu tradicional pedágio. Na oportunidade, cerca de 180 voluntários contribuíram para a arrecadação dos valores, em 13 diferentes pontos da cidade, ao longo de toda a manhã. A ação conjunta e a contribuição da comunidade totalizou R$ 44.794,10 arrecadados.
Além disso, na sexta-feira, 10 de junho, o pedágio também ocorreu em Botuverá. Na ocasião alguns voluntários estiveram no centro da cidade, onde também receberam a contribuição do município vizinho, totalizando o valor de R$ 3.205,35.
“Agradecemos toda a comunidade brusquense e também de Botuverá pela contribuição em nosso pedágio, para alcançarmos esse valor. Nossos agradecimentos também são pelo empenho dos nossos voluntários, que com determinação atuaram ao longo de toda a manhã nos semáforos, bem como a equipe interna da Apae. Os recursos arrecadados agora serão utilizados para a manutenção das despesas da entidade. Sem dúvida é um importante valor para atendermos da melhor forma nossos quase 280 alunos”, comenta o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.

Contribuição
A costureira aposentada Marlene Niels, foi uma das pessoas que colaborou com o Pedágio da Apae de Brusque. Ela estava no centro da cidade na manhã de sábado e, a pé, fez sua doação em prol da instituição. “Vim comprar umas coisinhas e pagar algumas contas e, quando vi que havia o pedágio, vim logo ajudar. Todos os anos contribuo, já que o trabalho da Apae é maravilhoso. Já ajudei a entidade como voluntária, e sempre que puder vou colaborar”, comentou.

Dedicação
Entre os voluntários que estiveram nos semáforos, estava a analista de suporte, Letícia Severo Bastiani, que passou a manhã no cruzamento das avenidas Augusto Bauer e Dom Joaquim. Ela, que também participa de pedágios em prol de outras entidades, esteve pela segunda vez sendo voluntária para a ação da Apae de Brusque, e falou sobre a satisfação em ajudar. “É muito gratificante poder contribuir com os outros, gosto muito do trabalho que é feito pela Apae, e é inspirador estar aqui. Espero que mais pessoas possam se entusiasmar e ajudar. A maioria do pessoal doou algum valor nas abordagens que fizemos nos veículos, e isso foi muito bacana, já que todos foram bem receptivos”, considerou.
Da mesma forma, o vendedor Guilherme Kohler, aproveitou a manhã fria, mas ensolarada de sábado, para se dedicar ao próximo. Atuando em um dos pontos da rua Felipe Schmidt, ele também enalteceu o importante papel da entidade. “Desde 2017 contribuo anualmente nesta ação é uma satisfação imensa poder ajudar esta entidade que é muito reconhecida, que precisa e ajuda tantas pessoas no dia a dia. Poder ser voluntário faz a gente se engajar, pois quem quer sempre dá um jeito, não tem frio ou outra desculpa que nos faça desistir. Com certeza ano que vem estarei aqui novamente”, detalhou.
Assim como eles, dezenas de outras pessoas contribuíram para a ação, que contou com música ao vivo em um dos pontos da cidade, além de voluntárias vestidas de “cupido”, alusivo a data do Dia dos Namorados, e que levou entusiasmo e alegria a comunidade. Soldados do Tiro de Guerra de Brusque também atuaram em alguns pontos, ampliando ainda mais o número de voluntários na ação.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.




Leia +13/06/2022

Clube de Mães da Apae de Brusque realiza mais uma edição do seu tradicional bingo

Evento acontece na próxima terça-feira, 14 de junho


O Clube de Mães da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove na próxima terça-feira, 14 de junho, mais uma edição do seu tradicional bingo. O evento, acontece na sede da instituição, a partir das 14h.
O valor é de R$ 20,00 por pessoa e dá direito a duas cartelas de bingo e um delicioso café. Cartelas avulsas poderão ser adquiridas também no valor de R$ 2,00.
A solicitação também é para que os participantes que puderem, também possam levar brindes para o bingo. Na oportunidade haverá ainda roda da fortuna.
Grupos com maior quantidade de pessoas que desejam participar do evento devem entrar em contato com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681 para reserva de mesas.
A Apae de Brusque fica na Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche. Os valores arrecadados no evento serão revertidos para a instituição.

SERVIÇO
Bingo Clube de Mães Apae de Brusque
-Terça-feira, 14 de junho
-Às 14h
-Na sede da Apae de Brusque (Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche)
-Valor: R$ 20,00 por pessoa (cartela de bingo + café)
-Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.
Leia +09/06/2022

Pedágio da Apae de Brusque acontece neste sábado, 11 de junho

Entidade ainda solicita voluntários para atuar no dia


A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque realiza neste sábado, dia 11 de junho, mais uma edição do tradicional Pedágio da entidade. O evento acontece das 7h30 às 13h em diferentes pontos da cidade.
“Convidamos toda a comunidade de Brusque para que possa contribuir, com algum valor, para o nosso pedágio. Este é um dos principais eventos da nossa instituição, na arrecadação de recursos, por isso contamos com o apoio de todos”, declara o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.
Para a realização do mesmo, a Apae ainda solicita a participação de voluntários que possam contribuir com a ação. Na oportunidade será fornecida declaração para os acadêmicos que necessitam de horas complementares.
Interessados devem entrar em contato com a Apae de Brusque através do telefone: (47) 3351-2482; pelo Watts App (47) 9 9153-1244, ou pelo e-mail captacao@apaebrusque.org.br com Milani. “Solicitamos a todos os que tiverem disponibilidade também para que possam ser voluntários nesse dia. Com certeza a experiência de dedicar um pouco do seu tempo em prol do outro, em prol da Apae, é enriquecedora. Por isso, contamos com a colaboração dos voluntários para o nosso pedágio”, completa Roda.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.
Leia +09/06/2022

Apae de Brusque realiza 2º Papo de Salão

Evento promoveu serviços de beleza e bem-estar para mães e cuidadoras de alunos da instituição

A noite chuvosa de segunda-feira, 30 de maio, foi especial para cerca de 50 mães, irmãs, avós e demais familiares de alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque, com a realização do 2º Papo de Salão. O evento, promovido na sede da instituição, teve como objetivo oportunizar às mulheres que são cuidadoras ou responsáveis de pessoas com algum tipo de deficiência, um momento de saúde, beleza e bem estar. Assim, por meio de diversos parceiros, a ação ofereceu a elas serviços como corte de cabelo e escova, manicure, esmaltação, maquiagem, design de sobrancelha, spa de mãos, massagem, fotografia, além da entrega e sorteio de brindes, música ao vivo e um delicioso café.
“O ‘Papo de Salão’ foi criado pensando na mulher que vive em função do outro, cuidando do outro. Mas quem cuida dela? Foi dentro desse contexto que oportunizamos esse momento, para que elas pudessem tirar um hora do seu dia para cuidar da vaidade, da beleza, da feminilidade e autoestima. Quando olhamos para uma mulher cuidadora, não vimos somente uma mulher, mas um ser humano, que em muitos momentos está sobrecarregado e algumas vezes não tem condição e nem acesso a esses serviços. E esta ação é permitir que ela possa dar esse tempo para si”, explica a assistente social da Apae de Brusque, Jeane Medeiros de Souto, idealizadora do projeto.

Ampliação
A primeira edição do evento havia sido realizada em junho de 2019, mas com menos participantes e com foco nas mães e cuidadoras do Instituto Santa Inês (ISI). Desta vez, o número de mulheres foi ampliado, já que contemplou também as cuidadoras dos dois outros centros de atendimento da Apae de Brusque – a Clínica Uni Duni Tê e o Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon).
Para a diretora administrativa da Apae, Rosecler Ceratti Foletto, poder retomar a realização do evento foi gratificante, já que por conta da pandemia a ação não pode ser realizada em 2020 e nem em 2021. Além disso, segundo ela, o objetivo da entidade foi cumprido, em promover o olhar de carinho e admiração às cuidadoras. “Queremos que nossos educandos possam viver bem e com dignidade, mas, para que isso aconteça, precisamos estender essa atenção também aos seus cuidadores, que precisam estar bem para cuidar dessas pessoas que são tão importantes em suas vidas. Ficamos muito felizes com a realização desse evento, com a adesão das mães e também dos parceiros, que se doaram e contribuíram para o sucesso desse projeto”, avaliou.

Experiência aprovada
Entre as mulheres que usufruíram dos serviços, estava Maria das Graças Pessoa Arruda Costa. Mãe de Leonardo, de 35 anos, que é aluno do ISI, a professora de Educação Física aprovou a oportunidade oferecida pela Apae de Brusque em 2019 e novamente participou do Papo de Salão. “É uma ideia diferente, onde a instituição percebeu a necessidade de que o cuidador também precisa de cuidados. Fomos muito bem acolhidas aqui, e esse carinho e atenção, voltados para nós, faz toda a diferença. A sensação de participar desse evento é de bem-estar, afinal, é muito bom ter alguém cuidando da gente, quando no dia a dia somos nós quem sempre cuidamos”, comentou a moradora do bairro Paquetá, mãe de outros dois filhos e avó de três netos.
Assim como ela, a diarista Dulcimar Isoppo garantiu unha, massagem, cabelo, maquiagem e os demais serviços disponibilizados. Participando pela primeira vez do evento, há cerca de um ano e meio ela passou a ser a responsável pela irmã, Luzmarina Santana, 61 anos, aluna do Cecom. A mudança veio após ela perder para a Covid a mãe e uma outra irmã que cuidavam de Luzmarina, em dezembro de 2020. Desde então, Dulce assumiu Luz e se divide entre o trabalho e os cuidados com o neto, de 2 anos. “Esse evento foi maravilhoso e aproveitei para renovar o visual. Trabalho todos os dias e com os afazeres, não sobra tempo para nada. Cuidamos de tudo e de todos e acabamos esquecendo da gente. Saio daqui muito feliz e renovada. Com certeza vou participar das demais edições”, garantiu, cheia de sorrisos.

Parceiros
Participaram desta edição do evento como parceiros: Fredy Beauty Cabeleireiro, Cristiano Pinheiro Salon Premium, Brida, Geise Unhas, Senac, Lari Cosméticos, Flavia Olinger, Up Estética, Ricardo Ranguetti Fotografia, além do apoio e organização de colaboradores da Apae.
“Só conseguimos realizar esse trabalho graças às inúmeras mãos envolvidas, as diversas parcerias e amigos que nos ajudaram muito. Por isso a nossa gratidão a todos que estiveram aqui e que garantiram os sorrisos dessas mulheres”, completou a assistente social.
A maquiadora Flávia Olinger esteve pela primeira vez como parceira do evento e falou sobre a experiência. “Foi um prazer imenso ser convidada a fazer parte desse projeto. Sempre acreditei que quando temos um dom, precisamos dividir isso, que é espalhar beleza, alegria, bondade, gratidão, o que for. E vim aqui para transmitir e ajudar essas mulheres a se sentirem bem, plenas e melhores. Foi a minha primeira participação e serei parceira sempre que for convidada”, comentou.
Da mesma forma, o profissional da beleza, Cristiano Pinheiro, falou da satisfação em contribuir para a ação pela segunda vez como parceiro. "É muito gratificante fazer parte desse momento. Reencontrei vários amigos e profissionais da área da beleza aqui e acredito que podemos também incentivar outros profissionais a participarem de ações assim. Se cada um doasse 3% do que faz ao próximo, as pessoas teriam muito mais oportunidades", declarou.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.
Leia +01/06/2022

Prestação de contas referente a 12ª parcela do Convênio 006/2021, firmado com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Brusque.

Leia +30/05/2022

Prestação de contas referente a 11ª parcela do Convênio 006/2021, firmado com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Brusque.

Leia +30/05/2022

Público prestigia “Apae na Comunidade”

Evento promoveu diversas atrações. Muro revitalizado da entidade também foi inaugurado


A manhã ensolarada de sábado 21 de maio, foi especial para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque, com a realização do “Apae na Comunidade: juntos transformamos”. O evento gratuito, organizado no trecho da Avenida Augusto Bauer, ao lado da sede da instituição, reuniu famílias e pessoas de todas as idades que aproveitaram as atrações oferecidas para o público: música ao vivo com a banda do alunos do Instituto Federal Catarinense (IFC – projeto de extensão Habita IFC), pintura facial, boca do palhaço, futebol aéreo, corrida de cadeira de rodas, manobras de skate, e diversas outras.
O evento teve como o objetivo aproximar ainda mais a instituição com a comunidade. “Foi uma manhã muito especial, de troca, entre a Apae, profissionais, comunidade, alunos e esse era o objetivo, em mostrar um pouco do trabalho feito na instituição. Há cerca de 40 anos este espaço aqui da rua era o palco das primeiras Festas da Apae, feita com barracas, por muitos pais de alunos e voluntários. E essa dedicação e voluntariado é que contribuíram para chegarmos onde estamos hoje, prestes a completar 67 anos de atuação. Por isso agradecemos a todos que estiveram presentes hoje e a todos que sempre contribuem de algum modo com a Apae de Brusque, já que é uma grande satisfação ver essa integração que faz parte da nossa sociedade”, destacou o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.

Momento especial
Durante a ação, também foi realizado um momento muito especial para a Apae de Brusque: a inauguração dos painéis confeccionados no muro da instituição, revitalizado recentemente, com a participação de colaboradores e alunos da entidade. O ato foi marcado pela presença ilustre do aluno mais antigo da instituição: Pierre Moritz (filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, fundadores da entidade) que descerrou a fita inaugural do espaço. A ação deu início às comemorações dos 67 anos de fundação da Apae de Brusque, celebrados no mês de setembro. A vice-presidente da instituição, e irmã de Pierre, Maria Teresa Moritz Montibeller, falou emocionada da ação e lembrou do trabalho realizado em especial pelas mães dos alunos, na promoção de atividades de interação entre os filhos e as demais crianças. “Lembrei muito o que elas faziam para trazer outras crianças para a inclusão, para brincar. E ficamos muito felizes com esses momentos, e em quanto a Apae continua sendo uma instituição séria e do bem, e que engaja a comunidade”, comentou.
Para todos
Para a diretora Executiva da Apae de Brusque, Rosecler Ceratti Foletto, o evento promoveu uma importante troca de vivência entre a instituição e a comunidade. “Os jogos que oferecemos aqui são instrumentos utilizados no dia a dia com os nossos alunos, e ver outras pessoas utilizando, com acessibilidade e interação, é uma grande alegria para nós. Além disso, nos últimos tempos o mundo passou por muitas dificuldades, por conta da pandemia, e agora estamos vivendo essa retomada, de troca, de aprendizado, de celebrar a vida juntos. O sentimento é de gratidão por este evento e a partir de agora o desejo é repetir esta ação que deve fazer parte do calendário de atividades da Apae”, detalhou.
A família de Luciana Camila Tavares Barros foi uma das que esteve no Apae pela Comunidade. Junto com a filha Laura, de 3 anos, e o marido, Deniel Krieger, eles aproveitaram as atividades oferecidas. “Moramos aqui perto da instituição e sempre que há ações em prol da Apae participamos. A Laura frequenta a Uni Duni Tê e foi uma boa oportunidade de as pessoas conhecerem o ótimo trabalho promovido pela Apae”, comentou a mãe.
Da mesma forma, o mecânico Eder Claudio Lopes da Silva saiu do bairro Rio Branco com destino ao Maluche para levar as filhas Lívia, 7, e Liz, 3, para o evento da Apae. “Nesse frio, nada melhor do que levá-las em atividades assim, ao ar livre. Foi um evento muito bacana e espero que haja mais vezes, já que é uma oportunidade também de integração entre as famílias”, avaliou.

Voluntários
No dia 11 de junho, a Apae de Brusque promove mais uma edição do tradicional Pedágio da entidade. O evento acontece das 7h30 às 13h em diferentes pontos da cidade e, para a realização do mesmo, a Apae solicita a participação de voluntários que possam contribuir com a ação. Na oportunidade também será fornecida declaração para os acadêmicos que necessitam de horas complementares.
Interessados devem entrar em contato com a Apae de Brusque através do telefone: (47) 3351-2482; pelo Watts App (47) 9 9153-1244, ou pelo e-mail captacao@apaebrusque.org.br com Milani.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.
Leia +23/05/2022

Apae de Brusque promove ação para a comunidade neste sábado 21 de maio

Evento acontece com diversas atrações gratuitas para o público. Trânsito será alterado no local


A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque realiza no próximo sábado, 21 de maio, um evento muito especial, o “Apae na Comunidade: juntos transformamos”. A ação acontece das 9h às 11h, no trecho da Avenida Augusto Bauer, no bairro Maluche, ao lado da sede (lateral) da instituição. Na oportunidade o trânsito será fechado na via, pela Guarda Municipal de Trânsito e no local haverá diversas atrações para a comunidade: música ao vivo, pintura facial, boca do palhaço, painel de fotos, futebol aéreo, corrida de cadeira de rodas, entre outras. Além disso, haverá a venda de pipoca, bolo de pote, água e refrigerante. “Esperamos que a comunidade possa nos prestigiar e passar algumas horas de diversão e alegria conosco”, comenta a diretora Executiva da Apae de Brusque, Rosecler Ceratti Foletto.
O evento é gratuito e tem como o objetivo aproximar ainda mais a instituição com a comunidade. Caso chova, o evento irá ocorrer nas dependências internas da Apae de Brusque.

Inauguração
Além disso, às 10h, será realizada a inauguração dos painéis confeccionados no muro da instituição, que foi revitalizado recentemente, com a participação de colaboradores e alunos da entidade. A ação integra o início das comemorações dos 67 anos de fundação da Apae de Brusque, celebrados no mês de setembro.
“Convidamos todas as famílias brusquenses para que prestigiem as atrações deste sábado, que estão sendo preparadas com muito carinho pela Apae. Nossa entidade está de portas abertas para receber o público sempre, e esta é mais uma ação para demonstrar o quanto temos a oferecer para a cidade de Brusque e região”, comenta o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.

Leia +16/05/2022

Apae de Brusque solicita voluntários para atuar no Pedágio em prol da instituição

A Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque realiza no dia 11 de junho, mais uma edição do tradicional Pedágio da entidade. O evento acontece das 7h30 às 13h em diferentes pontos da cidade e, para a realização do mesmo, a Apae solicita a participação de voluntários que possam contribuir com a ação.
Na oportunidade também será fornecida declaração para os acadêmicos que necessitam de horas complementares.
Interessados devem entrar em contato com a Apae de Brusque através do telefone: (47) 3351-2482; pelo Watts App (47) 9 9153-1244, ou pelo e-mail captacao@apaebrusque.org.br com Milani.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.
Leia +09/05/2022

Clube de Mães da Apae de Brusque volta a realizar seu tradicional bingo

Evento acontece na terça-feira, 10 de maio


O Clube de Mães da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque promove na terça-feira, 10 de maio, mais uma edição do seu tradicional bingo. O evento, que desde 2019 não havia sido realizado, por conta da pandemia, volta a ocorrer na sede da instituição, a partir das 14h.
O valor é de R$ 20,00 por pessoa e dá direito a uma cartela de bingo e um delicioso café. Cartelas avulsas poderão ser adquiridas também no valor de R$ 2,00. Na oportunidade haverá ainda roda da fortuna e bazar com produtos especiais feitos pelo Clube de Mães, para aquisição.
Grupos com maior quantidade de pessoas que desejam participar do evento devem entrar em contato com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681 para reserva de mesas.
A Apae de Brusque fica na Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche. Os valores arrecadados no evento serão revertidos para a instituição.

SERVIÇO
Bingo Clube de Mães Apae de Brusque
-Terça-feira, 10 de maio
-Às 14h
-Na sede da Apae de Brusque (Avenida Augusto Bauer, nº 350 – Jardim Maluche)
-Valor: R$ 20,00 por pessoa (cartela de bingo + café)
-Mais informações e reservas de mesas (para grupos com maior número de pessoas): com Clara, pelo (47) 9 9989-1833 ou Lucimar, no (47) 9 9971-0681.



Leia +03/05/2022

Prestação de contas referente a 10ª parcela do Convênio 006/2021, firmado com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Brusque.

Leia +25/04/2022

Apae de Brusque realiza projeto de revitalização de muro da instituição

Ação envolveu colaboradores e alunos


Quem passa pela Avenida Augusto Bauer, no bairro Maluche, percebe que há algo diferente aos arredores da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque. Isso porque cores, aliadas a imagens e frases estampadas em um dos muros da instituição, chamam a atenção de quem transita por ali.
A ideia de revitalização do espaço iniciou no final de 2021, quando colaboradores e integrantes da diretoria da Apae iniciaram um projeto para melhorar várias áreas da associação. Assim, foi realizado o convite para que todos – alunos, professores, diretoria e funcionários - pudessem dar sugestões de imagens e/ou frases que traduzissem a essência da entidade. “Todas as frases e imagens que chegaram como sugestões, passaram por uma comissão avaliadora e toda essa transformação precisava estar de acordo com o que queríamos transmitir: a importância da igualdade”, explica o artista visual e arte educador da Apae, Evailson Inomata, o Vavá.

Execução
Ao todo, foram escolhidas imagens e frases que se transformaram em 28 painéis, distribuídas ao longo de 60m do muro, e posicionadas para se interligarem. A execução dos trabalhos iniciou em janeiro deste ano e contou com a colaboração de cerca de 30 alunos, na limpeza do muro, e na produção dos fundos abstratos e das letras. A pintura das imagens e finalização dos painéis foi feita pelo artista visual e também pela professora de educação física, Maria Lucélia Joenck.
Atualmente o projeto está com 95% dos painéis finalizados, faltando apenas alguns detalhes para ser concluído e integrar as ações alusivas aos 67 anos de fundação da Apae de Brusque.

Além dos muros
Para a professora de educação física, o trabalho rendeu muitos frutos, já que a ideia é fazer com que as pessoas que passam pela região possam parar, olhar e pensar sobre a instituição e o trabalho realizado por ela. “Queremos provocar essa reflexão, que as pessoas venham nos visitar, pois estamos aqui de braços abertos. Além disso, durante a produção das pinturas, alguns moradores da região vieram conversar conosco. E essa conexão com a comunidade, que é tão especial, é sempre o que buscamos”, declara Maria Lucélia.
Para a diretora executiva da Apae de Brusque, Rosecler Ceratti Foletto, o projeto de revitalização do muro tem também como propósito ampliar a comunicação e se aproximar ainda mais da comunidade. “Estamos bem felizes com o resultado deste projeto, é mais uma obra coletiva, fruto de trabalho em equipe, que envolveu os profissionais e alunos da instituição, bem como pelo impacto positivo que já foi possível perceber nas pessoas da comunidade, durante a produção dos painéis.”, explica Rosecler.
“Que as pessoas possam refletir que ninguém é igual a ninguém, é preciso respeito. Para que isso aconteça é importante conhecer e entender a instituição e os alunos, que são nossos amigos. Somente com esse pensamento e atitude o mundo começará a se transformar num lugar melhor. A nossa intenção sempre foi transformar o mundo através da arte e esperamos que este muro possa ser uma ferramenta dessa transformação”, completa Vavá.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.

















Leia +01/04/2022

Prestação de contas referente a 9ª parcela do Convênio 006/2021, firmado com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Brusque.

Leia +16/03/2022

Décima Terceira prestação de contas parcial conforme o Termo de Fomento 738/2020, firmado com a Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +14/03/2022

Décima Primeira prestação de contas parcial conforme o Termo de Fomento 738/2020, firmado com a Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +14/03/2022

Apae de Brusque é contemplada com doações de mobiliário da ACIBr

Entidade também foi contemplada com doação da ABM. Outras organizações filantrópicas também receberam doações da Associação Empresarial


A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque recebeu na manhã de quarta-feira, 9 de março, a doação de itens de mobiliário da Associação Empresarial de Brusque, Guabiruba e Botuverá (ACIBr). Na oportunidade, a presidente da entidade, Rita Cassia Conti, e o diretor Executivo, Cândido Horácio Godoy, realizaram a entrega de três escrivaninhas e uma cadeira giratória para a instituição.
Na ocasião, a Apae de Brusque também foi contemplada com mais uma mesa de reuniões, doada pela Associação Brusquense de Medicina (ABM), que no ato foi representada pelo presidente, Dr. Gustavo Gumz Correia.
Ao final da entrega, o grupo presente também realizou uma visita na Apae de Brusque, onde conheceu um pouco da estrutura e do trabalho que é realizado pela entidade, que atualmente atende cerca de 280 alunos.
“A Apae sente-se muito honrada em receber esse gesto tão bonito, que irá contribuir para a melhoria na qualidade do trabalho dos nossos colaboradores que serão agraciados com essas escrivaninhas. Ficamos ainda mais felizes quando recebemos visitas da comunidade e de representantes de entidades que têm a oportunidade de conhecer um pouco mais do que realizado aqui, pois assim, quando a Apae solicita alguma contribuição, essas pessoas já sabem do trabalho sério que é desenvolvido. Todas as doações que recebemos são sempre muito bem vindas e agradecemos tanto a ACIBr como a ABM pelas doações”, comentou o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda.

Outras entidades contempladas
Durante a entrega, a ACIBr também realizou a doação de duas mesas e quatro cadeiras para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brusque, representada pela presidente Miriam Evangelista Ribeiro e por voluntárias da organização. Além disso, foi realizada a doação de um cheque, no valor de R$ 1 mil, para a Associação de Pais, Profissionais e Amigos dos Autistas de Brusque e Região (AMA). O valor foi arrecadado após a venda de outros itens de mobília da ACIBr e assim, destinado para a AMA Brusque, que recentemente passou por um processo de mudança para sua nova sede.
“Essas doações são pequenos gestos perto do grande trabalho que essas entidades fazem pra todos nós. Recentemente tivemos uma reforma dentro da ACIBr e aproveitamos esse mobiliário, que está em boas condições, para contemplar três importantes entidades da nossa cidade. Acredito que são pequenas ações que fazem a diferença, já que ‘fazer o bem faz muito bem’. E, quando temos voluntários, profissionais e instituições que fazem o bem dentro da comunidade, temos sempre que contribuir”, ressaltou Rita.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2022 a Apae de Brusque celebra seus 67 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.
Leia +10/03/2022

Apae de Brusque realiza capacitação para professores e outros profissionais

Entre os dias 14 a 18 de fevereiro, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque realizou uma programação especial, voltada à capacitação e formação de professores e outros profissionais que atuam nas três unidades da entidade.
Na oportunidade foram realizadas diversas palestras, sobre “Saúde Mental do Professor”, “Comunicação Alternativa”, “O que é Funcionalidade”, entre outros, bem como a apresentação do trabalho “Ensinando pessoas com autismo e deficiência intelectual”.
Além disso, foram realizadas dinâmicas e demais atividades práticas entre os profissionais, como organização dos espaços de atendimento, produção de material para atendimento, planejamento, integração dos novos profissionais (professores) e práticas vivenciais entre a equipe.
Cerca de 52 técnicos de educação e de saúde, que atuam no Instituto Santa Inês (ISI), no Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon) e na Clínica Uni Duni Tê participaram da capacitação.
Toda a capacitação foi realizada em prol do aperfeiçoamento dos profissionais afim de qualificar ainda mais os atendimentos prestados aos usuários da Apae de Brusque.
Leia +24/02/2022

Prestação de contas referente a parcela 11 e 12 conforme o Termo Aditivo 11/2021, do Convênio 2017TR309, firmado com o Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +15/02/2022

Prestação de contas referente a parcela 9 e 10 conforme o Termo Aditivo 11/2021, do Convênio 2017TR309, firmado com o Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +15/02/2022

Prestação de contas referente a parcela 7 e 8 conforme o Termo Aditivo 11/2021, do Convênio 2017TR309, firmado com o Governo do Estado de Santa Catarina, por intermédio da Fundação Catarinense de Educação Especial

Leia +14/02/2022

Prestação de contas referente a 8ª parcela do Convênio 006/2021, firmado com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Brusque.

Leia +14/02/2022

Prestação de contas referente a 7ª parcela do Convênio 006/2021, firmado com a Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de Brusque.

Leia +27/01/2022

Clínica Uni Duni Tê informa os horários de atendimento para o final de ano

A Clínica Uni Duni Tê comunica que atenderá normalmente para o Teste do Pezinho e da Orelhinha nos seguintes dias: 20, 21, 22 e 23 de dezembro; e 27, 28, 29 e 30 de dezembro, somente no período matutino, das 8h às 10h.

Já nos dias 24 e 31 de dezembro a Clínica estará fechada, sem atendimento, retornando normalmente no dia 3 de janeiro de 2022.

Para a realização dos exames é necessário que os pais e familiares agendem com antecedência o horário para os Testes do Pezinho e da Orelhinha, através dos telefones: (47) 9 8459-0607 ou (47) 3351-2482 (ramal 05).

A Clínica Uni Duni Tê funciona anexo a Apae de Brusque, na Avenida Augusto Bauer,350 - Jardim Maluche.

Leia +20/12/2021

Público se encanta com espetáculo ‘Brincar de Viver’ da Apae de Brusque

Apresentações foram realizadas em formato drive-in, na sede da entidade

Buzinas, aplausos, piscar de faróis e muito entusiasmo. Foi assim o final da tarde de sábado, 18 de dezembro, na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Brusque, no encerramento de cada uma das três apresentações do espetáculo ‘Brincar de Viver’. Realizado no formato drive-in, o público prestigiou o evento de dentro dos veículos, por conta dos cuidados ainda necessários contra a Covid-19. Na oportunidade, familiares de alunos, amigos e a comunidade de forma geral acompanharam as apresentações, que contaram com a participação de integrantes da equipe pedagógica da Apae e com cerca de 40 alunos do Instituto Santa Inês (ISI) e do Centro de Convivência Ruth de Sá (Cecon).
Durante os 25 minutos de cada espetáculo, o público conferiu a evolução e o desenvolvimento de cada aluno no processo artístico e produtivo do projeto. No palco, uma aventura criativa de dois amigos, que imaginam ser astronautas em uma viagem pelo espaço, passando por uma floresta encantada, acompanhando uma apresentação de bailarinas, bem como uma brincadeira de ‘ciranda-cirandinha’ e de ‘escravos de Jó’. Tudo isso tendo como protagonistas os alunos da entidade, que fielmente interpretaram cada papel que lhes foi atribuído, emocionando todos os presentes e mostrando todas as potencialidades que as pessoas com deficiência têm.
Com uma mensagem de solidariedade, de esperança e da importância de olhar para o outro e para o coletivo, ao final de cada apresentação o público também foi contemplado com um brinquedo, feito de materiais reciclados pelos alunos da instituição, para ser compartilhado com outras crianças, ampliando uma rede de solidariedade.

Evolução artística
Entre o público presente estava a família do aluno Luís Antônio, 57 anos, o popular ‘Luia’, que há anos frequenta a instituição. Além da mãe, dona Célia Joenck, um dos irmãos Célio Joenck falou emocionado sobre ver Luia no palco, bem como de toda a importância que a Apae de Brusque tem para o desenvolvimento do mesmo. “É emocionante participar desse momento. Ao longo dessas últimas semanas, ele adotou o espírito do projeto e dizia que era ‘ator’. Foi muito gratificante e estamos muito emocionados com o espetáculo, que foi leve, solto, alegre e a sensação é de gratidão e alegria a toda a instituição, em saber que os alunos aqui são sempre muito bem acolhidos, onde recebem todo amor e atenção. Só temos que agradecer por esse grande presente de final de ano”, declarou Célio.
Os pais de Gabriel Vaidma, de 16 anos, também estiveram em uma das apresentações, acompanhando a performance do filho e dos demais alunos. Também emocionados, o casal Dotti Kapasi e Kelly Vaidma falaram da satisfação em ver o filho no palco, e o quanto a entidade contribuiu para o desenvolvimento dele nos últimos meses. “Ficamos muito gratos por vivermos esse momento. A Apae se tornou a segunda casa do Gabriel desde que viemos para Brusque neste ano, vimos o quanto a entidade foi importante na estimulação e desenvolvimento dele, em como ele fez amizades e ‘se soltou’ na apresentação de hoje. Estamos muito felizes e agradecemos pelo carinho e atenção dedicados”, comentaram os pais, que vieram este ano de Apucarana (PR) para Brusque.

Encerramento ano
De acordo com o presidente da Apae de Brusque, Renato Roda, após a divulgação do evento, em dois dias todas as vagas disponíveis para o público foram esgotadas, demonstrando o interesse da comunidade em acompanhar o espetáculo, que contribuiu para o encerramento das atividades da instituição em 2021. “Este espetáculo demonstra todo o empenho da valorosa equipe de professores e demais colaboradores da Apae, que realizaram essas belas apresentações, com a participação dos nossos alunos. Deixamos aqui o nosso muito obrigado a todos que em 2021 fizeram parte da nossa família ‘Apaeana’ de alguma forma, com os desejos de um Natal repleto de paz, amor, saúde e muito otimismo para 2022”, comentou na oportunidade.
Para a professora do ISI, Sara Drielle Dias, a conclusão do projeto com as apresentações para a comunidade não só concluiu o ano letivo da instituição, mas também aproximou a comunidade de Brusque ainda mais da entidade. “Foi muito especial, pois muitas vezes as pessoas não têm o conhecimento do que é a Apae, ou tudo o que é feito aqui na instituição. E este foi o momento de mostrarmos o nosso trabalho e tudo o que os nossos alunos são capazes de realizar. Sem dúvida esse espetáculo só foi possível graças à dedicação de todos: professores, colaboradores, alunos, famílias, e todos que se envolveram. Cada um se doou de uma maneira e o resultado foi esse. A ideia é que em 2022 esse e demais projetos da Apae possam levar os alunos e todas as suas capacidades para serem integradas cada vez mais na sociedade”, declarou.

Doação
O evento contou ainda com a apresentação de uma banda, composta por profissionais e voluntários da Apae, que embalaram alguns momentos das apresentações e animaram o público presente. Além disso, as voluntárias Patrícia Giraldi e Ana Paula Rockenbach também contribuíram para o momento da dança, durante as apresentações. Para elas, poder estar presente no espetáculo, foi uma honra. “Recebemos o convite do professor Marcelo e ensaiamos sempre que tínhamos um tempinho, mesmo com a correria do final de ano, pois sabemos da importância de contribuirmos com a Apae. Foram poucos ensaios, combinamos algumas coisas por vídeo e deu tudo certo. É uma honra estar aqui e ver a alegria, o esforço, e o amor presente em cada um que participou”, declara Patrícia.
Outro momento solidário do evento foram as doações de alimentos não perecíveis do público, que serão destinados para famílias mais carentes, de alunos da instituição.

O projeto
O evento foi o resultado de um projeto iniciado há dois meses pela instituição, em diversas etapas, e que contou com a colaboração de professores, alunos e familiares, de forma coletiva e integrada, em todos os processos de produção: desde a confecção dos figurinos até todo o cenário e elementos cenográficos. A iniciativa surgiu a partir da reflexão sobre o período de pandemia, onde as pessoas precisam olhar mais para si, cuidar mais de si e, assim, ao mesmo tempo, pensar e cuidar do próximo, de forma coletiva.

Saiba mais
Fundada em 14 de setembro de 1955, em 2021 a Apae de Brusque celebrou seus 66 anos. A instituição é a primeira Apae formada em Santa Catarina e a segunda constituída no Brasil. Seu início foi marcado após o nascimento de Pierre Moritz, filho dos saudosos Ruth e Carlos Moritz, e que ainda é um dos alunos da entidade. Com ele, cerca de 280 alunos recebem atendimento.
Ao longo da trajetória da Apae, pais e amigos se juntaram à caminhada e contribuem de forma permanente, visando o fortalecimento da instituição e a qualidade dos serviços prestados. A Apae Brusque oferece atendimento gratuito em todas as suas frentes de atuação: Clínica Uni Duni Tê, Instituto Santa Inês e Centro de Convivência Ruth de Sá.